Tempo
|
A+ / A-

Papa convida sem-abrigo, presos e refugiados para irem ao circo

10 jan, 2018 - 10:48

O Circo Medran que colocou à disposição 2.100 bilhetes para esta iniciativa de caridade.

A+ / A-

O Papa Francisco convida mais de duas mil pessoas, seleccionadas de entre sem-abrigo, presos, refugiados e famílias necessitadas, a irem ao circo em Roma.

O comunicado divulgado, esta quarta-feira, no Vaticano refere que o Circo Medrano disponibilizou 2.100 lugares dentro da grande tenda, onde se realizará na tarde de quinta-feira o “Circo Solidariedade”.

O comunicado recorda as palavras que o Papa dirigiu recentemente a um grupo de artistas de circo, considerando-os “criadores de beleza” e faz votos para que o espetáculo de amanhã sirva de encorajamento para “as asperezas e dificuldades da vida, que tantas vezes parecem demasiado grandes e insuperáveis”.

No final do espectáculo, os mais necessitados também recebem um “saco refeição” para o jantar.

Já no arranque de 2016, o Papa convidou um grupo de mais de 2.000 carenciadas a irem ao Rony Roller Circus que se tinha instalado em Roma.

Desde a eleição de Francisco, há quase cinco anos, as iniciativas originais multiplicaram-se. A título de exemplo, foram instalados duches gratuitos e um cabeleireiro junto às colunatas de Bernini, na praça de São Pedro, e distribuídas centenas de guarda-chuvas e sacos-camas aos sem-abrigo.

Também foram oferecidas refeições, concertos e proporcionadas visitas à Capela Sistina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.