Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

António Costa: “Não quero voltar a ouvir pessoas dizer que aqui não veio ninguém”

29 out, 2017 - 13:40

No encerramento do congresso da Liga de Bombeiros, em Fafe, António Costa defendeu que é preciso aproximar a prevenção e o combate aos incêndios e apostar na formação dos operacionais.

A+ / A-

O primeiro-ministro, António Costa, promete apostar no reforço de meios para não voltar a ouvir as populações dizer que tiveram de lutar sozinhas contra o fogo.

No encerramento do congresso da Liga de Bombeiros, em Fafe, António Costa defendeu que é preciso aproximar a prevenção e o combate aos incêndios.

“Não quero voltar a ouvir as pessoas dizer que aqui não veio ninguém. Temos que ter os meios necessários”, declarou o chefe do Governo.

António Costa garante que o Governo está empenhado em valorizar a capacitação da Protecção Civil e do Instituto de Conservação da Natureza, sem prejuízo das funções que são desempenhadas pelos bombeiros.

“Temos todos de fazer um grande esforço de capacitação. O relatório [da comissão independente] é impiedoso sobre a forma como analisa a falta de capacitação da Autoridade Nacional de Protecção Civil ou do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, mas esse esforço de capacitação tem que envolver todos e, naturalmente, também os próprios bombeiros.”

“Não é uma forma de desvalorizar os bombeiros. Uma maior capacitação dos bombeiros é uma forma de valorizar o seu próprio contributo. E não é a mesma coisa socorrer pessoas que estão soterradas num edifício, salvar uma população isolada por uma cheia ou travar um incêndio em meio florestal”, sublinhou.

António Costa defendeu ainda que a Escola de Bombeiros passe a ser mais do que uma casa de formação, seja uma escola certificada, reconhecida e valorizada, com profissionais com um titulo reconhecido na sua actividade futura.

“Não queremos nacionalizar nem afastar a Liga da Escola de Bombeiros, agora, dizemos que valorizará os bombeiros se a escola não se limitar a fazer acções de formação, mas fazer formação certificada, sendo uma verdadeira escola profissional”, declarou o primeiro-ministro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • LUTO
    29 out, 2017 Porto 19:03
    LUTO
  • zé!!!!!
    29 out, 2017 godim 18:49
    A foto que acompanha a notícia é bem elucidativa como este senhor anda mal humorado após estas tragédias.!!!!
  • Americo
    29 out, 2017 Leiria 18:09
    Cinismo e hipocrisia.
  • santos
    29 out, 2017 leiria 17:41
    Não veio ninguem e nem agora lá vai alguem para os ajudar, vai ficar tudo no esquecimento, os politicos só se preocupam com eles e os amigos. o povo devia de dar uma lição a estes politicos, vão pagar mais de 8 milhões de euros a estes e outros. No atual universo de 327 beneficiários da pensão dos políticos para toda a vida, os cinco primeiros têm pensões atribuídas de valor apreciável: Vasco Rocha Vieira, ex-governador de Macau, tem 13.607 euros por mês, ainda que este montante esteja sujeito a uma redução parcial por imposição legal; Carlos Melancia, também ex-governador de Macau, tem 9.727 euros por mês; Jorge Hagedorn Rangel, que esteve também ligado a Macau, tem 6.633 euros por mês; António Guterres, antigo primeiro-ministro e atual secretário-geral da ONU, tem 4.138 euros por mês; e João de Deus Pinheiro, ex-ministro dos Negócios Estrangeiros e ex-comissário europeu, tem 3.967 euros por mês,” especifica o “Correio da Manhã”.
  • Antonio Almeida
    29 out, 2017 V.N. de Gaia 16:03
    Ó sr. Costa foi preciso o Sr.Presidente da Republica falar, se não o sr. ainda estava a dizer aos Portugueses para se habituarem. Chorar lágrimas de crocodilo agora??????
  • Tarde demais..(LUTO)
    29 out, 2017 Lisboa 15:55
    Depois da casa roubada trancas na porta...
  • FIlipe
    29 out, 2017 évora 14:44
    Estás no poder com o aval do BE e PC ! Não foste eleito diretamente pelo povo , como tiveste coragem de mandar o Marquês para a prisão , deitas-te fora o Seguro e espezinhas-te o Passos ??? Como ???
  • A. FERREIRA
    29 out, 2017 OEIRAS 13:59
    ESTE PARECE QUE COMPREENDEU A LIÇÃO DO PR. POIS SE N~ºAO FORA O PR AINDA HOJE SERIA UM ARROGANTE CONFESSO E NADA CHOCADO
  • Cidadao...
    29 out, 2017 Viseu 13:50
    E tudo por descargo de consciencia! E proteccao de imagem.

Destaques V+