|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Catalunha

Rajoy pede ao Senado autorização para destituir presidente da Catalunha

27 out, 2017 - 10:17

Na Catalunha, os partidos independentistas apresentaram esta sexta-feira uma moção para votação no parlamento regional em que propõem estabelecer “uma República catalã como Estado independente”.

A+ / A-

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, pediu esta sexta-feira ao Senado autorização para destituir o presidente regional catalão Carles Puigdemont e todo o seu governo, para travar o seu projecto independentista.

Rajoy pediu para "proceder à cessação do presidente da Generalitat da Catalunha, do vice-presidente e dos conselheiros" do Executivo regional, disse Rajoy, sob os aplausos dos senadores, na maioria membros do seu partido (Partido Popular).

Rajoy também pediu autorização para dissolver o Parlamento catalão, com o objectivo de convocar eleições regionais num prazo máximo de seis meses.

O líder conservador discursou perante a câmara alta do congresso no dia em que o Senado decide se activa o artigo que permitirá ao Governo de Madrid assumir o controlo dos poderes autónomos da Catalunha para impedir a declaração de independência da região.

Independentistas pedem independência

Na Catalunha, os partidos separatistas da Catalunha apresentaram esta sexta-feira uma moção para votação no parlamento regional (Parlament) em que propõem estabelecer “uma República catalã como Estado independente”.

“Constituímos a República catalã como Estado independente soberano, democrático e social”, afirma a moção, apresentada pela coligação de partidos independentistas Junts pel Si (JxSí, Juntos pelo Sim) e pela Esquerda Republicana da Catalunha (CUP, extrema-esquerda separatista).

Os deputados do JxSí e da CUP têm uma maioria que, em teoria, lhes permite aprovar a moção.

Se for aprovada pela mesa do parlamento regional, a moção deverá ser votada ainda esta sexta-feira.

Toda a oposição catalã está contra a declaração de independência e ameaçou boicotar a votação.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João Lopes
    27 out, 2017 Viseu 13:13
    Carles Puigdemont e os seus camaradas sãos irresponsáveis.