Tempo
|
A+ / A-

Abacate pode ajudar a “tratar cancros e doenças cardiovasculares”

22 ago, 2017 - 09:07

Até agora, não se conheciam benefícios associados à casca do caroço que, por isso, não era aproveitada.

A+ / A-

A casca do caroço do abacate tem vários compostos químicos com possíveis utilizações medicinais e industriais, defende um estudo de investigadores da Universidade do Texas, Estados Unidos.

Num trabalho que apresenta no 254.º Encontro e Exposição Nacionais da Sociedade Americana de Química, a equipa liderada por Debasish Bandyopadhyay, explica que, além das aplicações industriais, a composição química desta casca pode ajudar a “tratar cancros e doenças cardiovasculares”.

O abacate tem ganho popularidade por ajudar a reduzir o risco de doenças cardiovasculares e pela sua acção antioxidante, mas, até agora, não se conheciam benefícios associados à casca do caroço que, por isso, não é aproveitada.

Num comunicado da Sociedade Americana de Química, Bandyopadhyay explica que, para chegarem a estas conclusões, os investigadores reduziram a pó 300 cascas de caroço, do qual extraíram óleo e cera para análise.

No óleo da casca foram encontrados elementos como docosanol, um álcool utilizado em medicamentos antivirais, heptacosano, um possível inibidor do crescimento de células tumorais, e ácido dodecanóico, que aumenta o chamado “colesterol bom”, reduzindo o risco de aterosclerose.

Na cera, foram encontrados químicos frequentemente utilizados em produtos industriais, como hidroxitolueno butilado, utilizado como aditivo alimentar, e Bis(2-etilhexil) ftalato, utilizado em cosméticos.

Despois desta investigação, o objectivo da equipa é modificar vários dos compostos naturais encontrados na casca dos caroços, para a criação de medicamentos com menos efeitos secundários.

Anualmente, são produzidas aproximadamente cinco milhões de toneladas de abacates em todo mundo, mas, geralmente, as pessoas só aproveitam a polpa. Alguns fabricantes extraem o óleo de abacate dos caroços, mas a casca que o envolve não é aproveitada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • F Soares
    22 ago, 2017 A da Gorda 11:31
    Euy produzo 0,2 toneladas... só de uma arvore !