|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Rainha Isabel II visita crianças vítimas de atentado em Manchester

25 mai, 2017 - 18:13

A monarca classificou o atentado terrorista de segunda-feira como "perverso".

A+ / A-

A Rainha Isabel II visitou algumas das crianças hospitalizadas na sequência do atentado em Manchester esta quinta-feira. Isabel II aproveitou o momento para saudar as enfermeiras e membros da equipa médica que responderam ao ataque de segunda-feira que matou 22 pessoas e feriu mais de 100.

A monarca visitou os pacientes no hospital pediátrico Royal Manchester, onde ainda estão internadas 19 crianças feridas no ataque, que classificou como “perverso”. Cinco das crianças internadas estão nos cuidados intensivos.

Evie Mills, uma jovem de Harrogate, foi uma das vítimas com que Isabel II falou. A monarca perguntou-lhe se tinha ido a Manchester de propósito assistir ao concerto de Ariana Grande. Tinha sido o presente de aniversário da adolescente de 14 anos.

“Ela [Ariana Grande] parece ser uma cantora muito muito boa”, disse a Rainha à Sky News. “É terrível. Muito perverso atacar este tipo de coisa”, disse. Isabel II destacou a forma como “todos estão unidos”.

“É adorável. É simplesmente surpreendente. Não estava à espera”, disse Millie Robson, também internada, depois de estar com a Rainha.

Oito hospitais nas redondezas de Manchester receberam os 116 feridos do atentado terrorista de segunda-feira. Segundo o último balanço das autoridades de saúde britânicas, 23 continuam nos cuidados intensivos.

Manchester. O filme de um ataque "bárbaro" contra os mais vulneráveis
Manchester. O filme de um ataque "bárbaro" contra os mais vulneráveis
"Manchester para sempre". Um poema que é uma ode aos "mancunianos"
"Manchester para sempre". Um poema que é uma ode aos "mancunianos"
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • tugaline
    26 mai, 2017 alcagoitas 10:16
    não é isabel, é elizabete!!!