“Não estamos irritados” no PSD, diz ​Marco António Costa

17 mai, 2017 - 23:31 • Raquel Abecasis (Renascença), David Dinis (Público). Foto: Rui Gaudêncio/Público

Em entrevista ao programa "Hora da Verdade", da Renascença e do "Público", o vice-presidente social-democrata diz que e católico e não acredita no "diabo". O Governo foi pragmático e mudou de estratégia e o PSD "sente sempre satisfação" quando há boas notícias, sublinha. Para Marco António Costa, o líder Passos Coelho "tem um crédito para o futuro que é infindável".

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.