Tempo
|
A+ / A-

Fátima promove Semana dos Pastorinhos

13 fev, 2017 - 22:13 • Paula Costa Dias

“Podemos beber do testemunho destas crianças” e perceber “que exemplos, que estilo de vida, que razões de vida podem ser também as nossas hoje”, afirma o padre Rui Marto.

A+ / A-

Profundamente ligada à espiritualidade de Jacinta, Francisco e Lúcia, a paróquia de Fátima realiza a Semana dos Pastorinhos com o objectivo de trazer à superfície o que os três videntes deixaram para a posteridade.

O padre Rui Marto explica que o objectivo é dar a conhecer os “traços destas crianças a quem Nossa Senhora apareceu, e que a partir das aparições viveram uma vida espiritual intensa, como cristãos na sua totalidade”.

“Nós podemos beber do testemunho destas crianças” e perceber “que exemplos, que estilo de vida, que razões de vida podem ser também as nossas hoje”, sublinha o sacerdote.

Envolvendo toda a comunidade de Fátima, a iniciativa começou esta segunda-feira com o concerto “Contemplar como o Francisco, amar como a Jacinta”, pelo Coral Cantabo, de Ourém, na Igreja Matriz.

Na quarta-feira tem lugar a conferência “Rostos da vida espiritual dos pastorinhos”, no salão paroquial, que reunirá o capelão do hospital D. Estefânia, padre Carlos Azevedo; a Irmã Goreti, das Reparadoras de Nossa Senhora de Fátima; e o sacerdote carmelita Pedro Ferreira.

Para sábado está prevista uma representação histórica de alguns momentos relacionados com as aparições a cargo de crianças da catequese e será inaugurada uma exposição de rosários elaborados pelas crianças, adolescentes e famílias da catequese. N

No domingo, às 11h00, durante a eucaristia será apresentado o terço da paróquia, e na segunda-feira seguinte, último dia, jovens irão dar testemunho da sua vida cristã numa sessão a ter lugar no salão paroquial, a partir das 21h00.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.