Tempo
|
A+ / A-

Passos. “Ainda não entrou um euro para a recapitalização da Caixa"

11 fev, 2017 - 00:46

Líder social-democrata acrescenta que o actual Governo só está "a desfazer" o que vinha do anterior Executivo.

A+ / A-

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, critica o Governo por nunca ter colocado "um euro" na Caixa Geral de Depósitos e de se limitar a reverter todas as reformas que o anterior executivo fez.

"O Governo tem uma retórica que é a de responsabilizar o PSD por tudo aquilo que de mal se passa no sector financeiro. O que é que este Governo já fez pelos bancos? Ainda não entrou um euro para a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos", afirmou o líder social-democrata.

Pedro Passos Coelho, que falava esta noite num jantar do PSD em Vila Franca de Xira, acusou o Governo, liderado pelo socialista António Costa, de "ser um contador de histórias de cordel" e de se limitar "a desfazer" tudo aquilo que o anterior fez.

"Não se cansam de dizer que são um espectáculo porque estão a resolver o que deixamos. Porquê esta cegueira em reverter tudo? Para agradar à gerigonça?", ironizou.

Durante o seu discurso, Pedro Passos Coelho, aludiu ainda ao caso que envolve o ministro das Finanças, Mário Centeno, e a Caixa Geral de Depósitos, classificando-o de "indigno".

Já antes deste jantar, em declarações aos jornalistas, Pedro Passos Coelho tinha dito que Mário Centeno "está muito fragilizado", deixando nas mãos do primeiro-ministro, António Costa, substituí-lo ou não.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Eugénio Dimas
    13 fev, 2017 Avintes 19:10
    O Passos não dá uma para a caixa.........
  • Al berto
    13 fev, 2017 Sul 10:54
    Mas para os bolsos dos politicos há deinheiro no fim do mês
  • Otário cá da Quinta
    12 fev, 2017 Coimbra 12:20
    Creio que este deve estar a contar em receber algum para se calar ! Se o têm escolhido para presidente da CGD, mesmo com o dito ordenado miserável estava caladinho !
  • lv
    11 fev, 2017 lx 17:00
    Nem um euro para a Segurança Social do executivo da Tecnoforma!
  • ninguém
    11 fev, 2017 algures 14:45
    "Coitado" do passos,nada tem a acrescentar a bem de Portugal e muito menos a bem do povo que tanto esmifrou durante 4 anos.
  • Filipe Sousa
    11 fev, 2017 Loulé 14:32
    Oh Coelhinho e tu não sabias dos buracos na banca porquê? Estiveste no poleiro tanto tempo e nada? Puseste lá algum? Se fosse a ti ficava de bico fechado.
  • José Rodrigues
    11 fev, 2017 Viseu 13:34
    Olha lá Passos tu não passaste 4 anos a gerir milhares milhões de €s que pedimos para limpar a banca de problemas? Porque é que o BES, o Banif e a CGD não foram capitalizados enquanto foste governo? Falas de quê agora? Ganha vergonha nessa cara!!!!
  • guedes
    11 fev, 2017 serpins 10:43
    Fala o tipo que durante 4 anos dizia que tudo ia bem na banca. Saida limpa dizia o Coelho. Cala-te que fazes melhor figura!
  • João Lopes
    11 fev, 2017 Viseu 10:25
    Basta de brincar com as palavras e não ter em conta a realidade dos factos: Mário Centeno ou António Costa devem assumir as suas responsabilidades e um deles deve demitir-se!

Destaques V+