Tempo
|
A+ / A-

Limpeza de Erdogan esgota cadeias e obriga a libertar milhares de condenados

17 ago, 2016 - 09:43

Desde a tentativa de golpe de Estado, a 15 de Julho, já foram detidas mais de 35 mil pessoas.

A+ / A-
Refugiados. Schauble não gosta do que vê na Turquia, mas quer manter acordo
Refugiados. Schauble não gosta do que vê na Turquia, mas quer manter acordo

A Turquia vai libertar 38 mil prisioneiros condenados por crimes cometidos antes do dia 1 de Julho, anunciou o ministro da Justiça turco. A decisão está aparentemente relacionada com a sobrelotação das prisões depois da tentativa de golpe de Estado do passado dia 15 de Julho.

O ministro da Justiça, Bekir Bozdag, numa série de 19 mensagens difundidas através das redes sociais, sublinhou que a medida "não se trata de uma amnistia" e que vai ser aplicada apenas aos presos que cometeram crimes antes do dia 1 de Julho.

Segundo as mesmas mensagens, citadas pela France Presse, a ordem do governo não é aplicada aos condenados por assassinato, terrorismo ou crimes contra a segurança de Estado, tais como os milhares de pessoas supostamente envolvidos no golpe falhado de 15 de Julho.

Ao mesmo tempo, o Governo turco emitiu dois decretos que permitem dispensar mais de dois mil polícias e centenas de militares suspeitos de estarem envolvidos na tentativa de golpe do passado mês.

Estas pessoas são acusadas de terem ligações ao clérigo islamita Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos, que Ankara acusa ter patrocinado o gople. Contudo, Gulen nega.

Depois de controlado o movimento rebelde, o presidente turco falou à imprensa, considerando que a tentativa de golpe foi como um “presente de Deus” que permitirá fazer uma “limpeza”. Exército.

Tayyip Erdogan prometeu tomar todas as medidas, "dentro dos limites da lei", para a Turquia levar à justiça os autores da tentativa de golpe, que ocorreu a 15 de Julho e no qual morrem mais de 200 pessoas.

Desde então, forças de segurança turcas têm levado a cabo uma “limpeza”: foram detidas 35 mil de pessoas, como jornalistas, professores universitários, entre outros; dispensados elementos das forças de autoridade, juízes e funcionários públicos; fechadas escolas e instituições.

Schauble defende manutenção de acordo com a Turquia
Schauble defende manutenção de acordo com a Turquia
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Vasco
    17 ago, 2016 Viseu 11:18
    Provavelmente lá iremos ter mais uma “DAQUELAS” ditaduras às portas da Europa, que a título de pirraça, até encetou negociações com a Rússia, acho que talvez esteja na altura de os Dirigentes Europeus começarem a pensar seriamente em “reorganizar a Ordem dos Templários”, é que dizem por aí que a história tem tendências a repetir-se!
  • dr Xico
    17 ago, 2016 Lisboa 11:04
    Amigo da Alemanha solta criminosos para meter juizes, militares e funcionários publicos nas cadeias. A UE deve tomar posição tal como fez com a Russia, um bloqueio total não seria má ideia, ou isso vai contra os principios nazis da Alemanha??
  • José Saraiva
    17 ago, 2016 Viseu 10:35
    38 mil CRIMINOSOS á caminho da EUROPA....
  • asilva
    17 ago, 2016 adelaide 10:32
    ... cada vez comeca a ser mais dificil de compreender como e que um pais como esta Turquia conseguiu fazer parte da NATO ???? Quem contribuiu para a entrada deste pais na NATO deve ser chamado a "justica". E ainda ha "gente" na E.U. que esta "aflita" para a Turquia fazer parte da Uniao Europeia ???!!!! Nao ha duvida que estamos perante uma "PUSSY GENERATION" ... Entao a Europa vai continuar a dar dinheiro para a Turquia ??? Entao nao ha ninguem inteligente na Europa que veja que o dinheiro vai par apoiar os terroristas mulculmanos ??? Entao ja nao ha "gente" inteligente na Europa??? Imigragaram todos ???? Inacreditavel esta propaganda da "banha da cobra" .... E os Portugueses sao um "povo sereno". !!!

Destaques V+