Tempo
|
A+ / A-

Auditoria forense à Caixa aprovada no Parlamento

20 jul, 2016 - 18:50

Carteira de crédito vai ser vista à lupa. Projecto do BE mereceu voto favorável do PS, CDS-PP e PAN. PSD, PCP e "Os Verdes" abstiveram-se.

A+ / A-

Um projecto de resolução do Bloco de Esquerda (BE) recomendando a realização de uma auditoria forense à carteira de crédito da Caixa Geral de Depósitos foi aprovado esta quarta-feira no Parlamento.

O texto mereceu voto favorável de BE, PS, CDS-PP e PAN, com PSD, PCP e "Os Verdes" a optarem pela abstenção, não tendo havido votos contra ao projecto de resolução bloquista.

No documento, os deputados bloquistas advogam que a auditoria deve "abranger todas as operações de elevado montante e perdas associadas que se encontrem ainda na carteira do banco, independentemente da sua data de constituição".

O "reconstituir e avaliar" de "todos os procedimentos e práticas relacionadas com a constituição dessas operações, incluindo reestruturações e exigência de garantias e colaterais", é também pedido pelo Bloco.

O texto apenas recomenda que o Governo "tome as diligências necessárias para determinar a constituição de uma auditoria forense às operações de crédito" da Caixa, numa altura em que é negociada a recapitalização do banco e está em vigor a comissão parlamentar de inquérito dedicada à entidade.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.