Tempo
|
A+ / A-

Putin desvaloriza acusações de patrocínio a rede de doping

18 jul, 2016 - 18:21

Presidente russo desacredita relatório da Agência Mundial Antidoping. Governo acusado de sustentar rede organizada de doping na Rússia, com participação activa do ministro do Desporto e dos serviços secretos.

A+ / A-

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, desvalorizou, esta segunda-feira, as acusações da Agência Mundial Antidoping (AMA) acerca do envolvimento do governo russo em alegada rede de dopagem.

Em comunicado, o Presidente russo afirmou que o relatório da AMA, realizado, de forma independente, pelo advogado canadiano Richard McLaren, foi baseado no testemunho de apenas um homem. Putin diz que o movimento olímpico pode estar à beira da ruptura.

Putin disse, ainda, que não há lugar para doping no desporto, já que é uma ameaça à vida e saúde dos atletas e desonra o "fair play".

Os oficiais russos mencionados no relatório da AMA vão ser temporariamente suspensos, mas é pedido à agência que forneça informação mais detalhada e "objectiva".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+