|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Novo Banco prepara despedimento colectivo de 56 trabalhadores

16 jun, 2016 - 18:47

Comissão de trabalhadores lamenta o alheamento quase total do Governo e das forças políticas, perante um banco que consideram estatal.

A+ / A-

O Novo Banco prepara o despedimento colectivo de 56 trabalhadores. Em comunicado, a comissão de trabalhadores acusa a administração de ter interrompido as negociações e de avançar com um processo de intenção de despedimento colectivo, de forma unilateral.

A comissão garante que o processo inclui algumas dezenas de trabalhadores na pré-reforma, com acordos bilaterais assinados com a empresa que foram simplesmente rasgados.

Por outro lado, considera que não foram utilizados critérios de escolha claros, predefinidos e devidamente anunciados, nem foram esgotadas outras formas de reduzir pessoal.

A comissão lamenta ainda o alheamento quase total do Governo e das forças políticas, perante um banco que consideram estatal, já que tem uma ajuda do Estado de 3,9 milhões de euros.

Neste comunicado, os representantes dos trabalhadores lembra que, desde Agosto de 2014, já foram reduzidos cerca de dois mil postos de trabalho no grupo Novo Banco.

A Renascença já pediu um esclarecimento à administração do Novo Banco e aguarda resposta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.