Tempo
|
A+ / A-

​Lesados do BES já garantiram recuperação de 58% do que investiram

19 abr, 2016 - 14:49 • Sandra Afonso

Associação que representa os lesados reúne-se esta terça-feira pela terceira vez com as autoridades.

A+ / A-

Os lesados do Banco Espírito Santo já garantiram a recuperação de mais de metade do que investiram. A Renascença sabe que, nas negociações entre a associação que representa os lesados do papel comercial e as autoridades, já foi alcançado um acordo que permite recuperar, pelo menos, 250 milhões de euros, 58% do valor.

São números apurados pela Renascença no dia em que as partes se encontram pela terceira vez desde que foi assinado o memorando de entendimento. As negociações estão bem encaminhadas, mas esta terça-feira a discussão ainda será sobre a forma como vão ser feitas as compensações.

Em causa está a situação de 2.084 subscritores de papel comercial, num processo inédito que está a ser mediado pelo Governo e no qual participam ainda o Banco de Portugal, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e o "banco mau" do BES.

No total, os investidores aplicaram 432 milhões de euros.

Neste momento, as partes discutem financiamento alternativo. Ao que a Renascença apurou junto de fonte próxima do processo, o objectivo é chegar aos 350 milhões, um valor que deixaria os lesados com perdas na ordem dos 20%, cifra já considerada aceitável.

A mesma fonte garante que tudo ficará fechado até ao final da primeira semana de Maio, ou seja, dentro do prazo estabelecido no memorando.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria
    19 abr, 2016 Hamburgo- Alemanha 18:49
    Todos falam o Papel Comercial e o EG Premio quando bem a solucao para este???
  • Lesado do BES
    19 abr, 2016 17:03
    Os verdadeiros lesados do BES são outros, os que têm obrigações do BES e que valem, neste momento zero e não estão abrangidos nesta operação de cosmética.Os que já garantiram 58% do investimento feito são, sim, lesados do GES. BES e GES são duas entidades completamente distintas.