A+ / A-

Bombistas de Bruxelas são dois irmãos com ligações a Abdeslam

23 mar, 2016 - 07:22

Terceiro suspeito dos atentados em Zaventem ainda não foi identificado e ainda continuará em fuga. Operação policial no bairro de Schaerbeek já terminou.
A+ / A-
Quem são os terroristas que atacaram Bruxelas?
Quem são os terroristas que atacaram Bruxelas?

Veja também:


São irmãos os dois bombistas suicidas que na terça-feira lançaram o terror em Bruxelas. Khalid e Brahim El Bakraoui viviam na capital belga e tinham ligações a Salah Abdeslam, o principal suspeito dos atentados de Paris, no ano passado.

A informação é avançada esta quarta-feira de amanhã pela emissora pública belga RTBF, segundo a qual ambos tinham antecedentes criminais, mas não estavam indiciados pela prática de actos terroristas.

Ibrahim El Bakraoui tinha 29 anos e nacionalidade belga. Foi um dos responsáveis pelas explosões no aeroporto de Zaventem.

Deixou o seu testamento num computador encontrado nas buscas feitas no bairro de Schaerbeek.

Tinha registo de problemas com a justiça. Em 2010, foi condenado a nove anos de prisão por disparar contra a polícia durante um assalto. Estava em fuga desde o ano passado, quando violou os termos da liberdade condicional.

Khalid El Bakraoui tinha 27 anos e nacionalidade belga. Foi o autor do ataque no metro, na estação de Maelbeek.

Terá arrendado um apartamento no bairro Forest, nos arredores de Bruxelas, sob um nome falso. É o mesmo bairro onde, na semana passada, a polícia realizou um raide e matou um homem armado.

Já era conhecido das autoridades e tinha cadastro. Foi condenado a cinco anos de prisão por “carjacking”, em 2011.

De acordo com a imprensa belga, utilizou um bilhete de identidade falso para arrendar um apartamento na zona de Forest, em Bruxelas, a casa onde estava escondido e acabou por ser capturado, na passada sexta-feira, Salah Abdeslam, o alegado mentor dos atentados de 13 de Novembro, em Paris.

Terceiro homem em fuga

Na terça-feira, foi divulgada uma fotografia dos três suspeitos da autoria do ataque ao aeroporto internacional de Bruxelas. Dois fizeram-se explodir e um terceiro está a ser alvo de uma caça ao homem, da qual fez parte a operação policial no bairro de Schaerbeek, que terminou ao início desta quarta-feira.

Não foram ainda reveladas quaisquer informações sobre o resultado dessa operação, a não ser que a polícia belga encontrou, naquele bairro, uma bomba de pregos, materiais químicos, uma bandeira do autoproclamado Estado Islâmico e ainda impressões digitais do principal suspeito dos ataques de Paris, em Novembro, Salah Abdeslam (detido há cinco dias).

[Notícia actualizada às 16h25, com actualização de informação dos bombistas]

O ataque ao coração da Europa em 90 segundos
O ataque ao coração da Europa em 90 segundos

legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Pinto
    23 mar, 2016 Custoias 15:39
    O problema foi deixarem entrar muçulmanos, agora não à solução, o problema é que morrem pessoas inocentes.
  • RReofascismo
    23 mar, 2016 Orabem! 12:40
    Então onde está o meu comentário RR??? Onde está a liberdade de expressão??? Alguns podem debitar asneiras, mas outros não podem dizer o que pensam . Até os jornais deixaram de ter liberdade de pensamento. Evolução dos tempos. Diria mais hipocrisia ao seu alto nível
  • ghdy
    23 mar, 2016 Guimaraes 09:43
    Desculpe mais o título do artigo está errado. Deve ser: "são dois ANIMAIS com ligações a Abdeslam"
  • Zé das Coves
    23 mar, 2016 Alverca 09:38
    Qual é a próxima guerra que os ocidentais vão inventar no pais dos outros .?
  • 23 mar, 2016 Alverca 08:47
    A vida tem grandes injustiças, quem faz os disparates não lhes acontece nada, os inocentes é que sofrem as consequenciais !
  • Ze Povinho
    23 mar, 2016 Lisboa 08:42
    Enquanto tivermos fronteiras abertas e um. Primeiro ministro a dizer de boca cheia, armado em progressista, que quer receber 6000 refugiados (terroristas), não estaremos seguros!
  • Maurício
    23 mar, 2016 Lisboa 08:33
    "ambos tinham antecedentes criminais" mais evidente que isto é impossível. E não duvido que todos os outros terroristas (Bataclan, Stade de France, Hebdo, etc) estivessem na mesma condição. É preciso responsabilizar quem os deixa em liberdade. Quem mata, rouba, estupra, deve cumprir pena, o resto são contos. Tudo o que tem acontecido é o resultado do facilitismo. Para mim, a religião deixou de ser argumento.