A+ / A-

Marcelo abre as portas de Belém: "Unidade é mais importante do que a divisão dos portugueses"

12 mar, 2016 - 12:45

“O Palácio de Belém é um símbolo de unidade dos portugueses e de proximidade do povo em relação ao poder político e isso é importante neste momento”, afirma o Presidente da República.
A+ / A-
Marcelo abre as portas de Belém: "Unidade é mais importante do que a divisão dos portugueses"
Marcelo abre as portas de Belém: "Unidade é mais importante do que a divisão dos portugueses"

Unidade dos portugueses e proximidade aos símbolos do país foram duas ideias deixadas pelo Presidente da República no Palácio de Belém, a residência oficial do chefe de Estado que está este sábado aberta ao público.

Marcelo Rebelo de Sousa marcou presença no arranque deste dia especial e até prometeu “dar uma volta com aqueles que chegarem primeiro”.

“O Palácio de Belém é um símbolo de unidade dos portugueses e de proximidade do povo em relação ao poder político e isso é importante neste momento”, disse o Presidente da República aos jornalistas.

“É fundamental que as pessoas se sintam próximas dos símbolos da pátria. A bandeira, o hino, o Presidente, o Palácio de Belém, mas sobretudo se sintam próximas umas das outras. A Unidade é mais importante do que a divisão dos portugueses”, salientou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República tomou posse na quarta-feira. As cerimónias, que se realizaram ao longo de três dias, começaram em Lisboa e terminaram no Porto.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Miguel Botelho
    12 mar, 2016 Lisboa 16:51
    Que mais irá acontecer na presidência de Marcelo: «Primeiro presidente a fazer nudismo na varanda do palácio de Belém». Não percam o próximo episódio...