A+ / A-

Papa: "O fluxo do capital não pode determinar o fluxo e a vida das pessoas"

17 fev, 2016 - 20:29 • Aura Miguel , no México, e Filipe d’Avillez

No México, Francisco pediu que patrões e trabalhadores trabalhem em conjunto para o bem do país. E avisou: “Deus pedirá contas aos esclavagistas dos nossos dias."
A+ / A-

O Papa criticou fortemente a exploração das pessoas no mundo do trabalho, esta quarta-feira, num encontro com representantes de empregadores e de funcionários. No último dia da sua visita ao México, Francisco disse que quem promove novas formas de escravatura não pode fugir à justiça divina.

“Deus pedirá contas aos esclavagistas dos nossos dias, e nós devemos fazer todo o possível para que estas situações não ocorram mais. O fluxo do capital não pode determinar o fluxo e a vida das pessoas”, declarou o Papa.

Francisco reconheceu que nem sempre os interesses de trabalhadores e entidades patronais coincidem, mas apelou a que trabalhem em conjunto para o futuro do México. “Hoje encontram-se aqui várias organizações de trabalhadores e representantes de câmaras e associações empresariais. À primeira vista, poderiam considerar-se antagonistas, mas une-os uma responsabilidade comum: procurar criar oportunidades de trabalho digno e verdadeiramente útil para a sociedade e sobretudo para os jovens desta terra.”

Defendeu que quando se parte para uma negociação "sempre se perde algo", mas no final "ganham todos".

“Um dos maiores flagelos a que estão expostos os vossos jovens é a falta de oportunidades de instrução e trabalho sustentável e rentável, que lhes permitam lançar-se na vida; isso gera em muitos casos situações de pobreza. E esta pobreza torna-se o terreno favorável para cair na espiral do narcotráfico e da violência. Um luxo que ninguém se pode conceder é deixar só e abandonado o presente e o futuro do México”, disse Francisco.

Reconhecendo que a sua proposta "não é fácil", o Papa sublinhou a sua importância. “Sei que não é fácil viver de acordo num mundo cada vez mais competitivo, mas é pior deixar que o mundo competitivo acabe por determinar o destino dos povos. O lucro e o capital não são um bem superior ao homem, mas estão ao serviço do bem comum. E, quando o bem comum é forçado a estar ao serviço do lucro e o único a ganhar é o capital, a isto chama-se exclusão.”

O Papa insurgiu-se, como já fez em diversas ocasiões, contra a mentalidade actual que “pretende a maior quantidade possível de lucro, a todo o custo e imediatamente. Não só provoca a perda da dimensão ética das empresas, mas esquece também que o melhor investimento que se pode fazer é investir no povo, nas pessoas, nas suas famílias.”

Defesa da Doutrina Social da Igreja

Durante o seu discurso, Francisco antecipou alguns dos argumentos que costumam ser usados por parte dos cépticos quanto às propostas da Igreja.

“Sucede, não raramente, que a Doutrina Social da Igreja veja as suas propostas colocadas em questão com estas palavras: ‘Estes pretendem que sejamos organizações de beneficência ou que transformemos as nossas empresas em instituições filantrópicas’”, disse. “Mas a única pretensão que tem a Doutrina Social da Igreja é velar pela integridade das pessoas e das estruturas sociais. Sempre que esta integridade, por várias razões, é ameaçada ou reduzida a bem de consumo, a Doutrina Social da Igreja há-de ser uma voz profética que nos ajudará a todos a não nos perdermos no mar sedutor da ambição”.

Este é um trabalho que leva tempo, mas dá sempre fruto, garante Francisco. “Esta atitude não só cria uma melhoria imediata, mas, a longo prazo, tornar-se-á uma cultura capaz de promover espaços dignos para todos. Esta cultura, nascida muitas vezes de tensões, vai gerando um novo estilo de relações, um novo tipo de nação.”

A Renascença no México com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Celso Santana
    18 fev, 2016 Rio Maior 19:28
    Por Acaso Estão Com Dificuldades em Pubicar A Discordância de Um CrisTão? Temos Pena, Porque Há Outos Meios de Divulgação. Vejam o Meu Face Ou Outras Publicações On Line. Que Pena Travarem As Verdades. O Pápa Também É Humano! Chateou-se com um Ser Humano e Disse-llhe que não Fosse Egoísta. Eu no Seu Lugar Teria Pedido Desculpas Ao Sr. Deficiente Sobre o Qual Quase Caíu, Mas Não diria Nunca O que Ele Disse. Ao Contrário Tê-lo-ia Chamado â Parte e Perguntar.lhe-ia, Que Aflição O Teria Levado a Essa Atitude, E Escutá-lo-ia Com Muita Atenção. Sabe Deus O que O Pobre Coitado Teria Para Dizer. Poderia Ser Importante e na Ansiedade de Chegar Ao Pápa Simplesmente Tomou Uma Atitude Possivelmente Imponderada Devido à Sua Ansiedade. Que Imagem se Passou Nos Media Do Coitado do Cidadão Que Cometeu Tal Atrocidade Quando O Pápa O Repreende Perante as Câmaras e Perante O Mundo? Que Triste, Não É? Um Homem Que Representa Tanto E Deveria Ser O Simbolo Da Tolerância E do Perdão? Sou Exigente Com As Pessoas Que Têm Tanta Responsabilidade de Santidade. E Já Agora, Quem For Contra Aquilo Que Eu Digo Em Termos De Critica, Como Cristão, Que Atire A Primeira Pedra! Eu Não Sou Hipócrita, Limito-me A Criticar Aquilo Que É Criticável, Mesmo Que Se Trate De Um Homem "Santo" Ou O Líder Da Religião Católica!...
  • Celso Santana
    18 fev, 2016 Rio Maior 18:55
    Não, Não acabei o meu anterior comentário. Eu Estimo Muitas Atitudes Tuas PáPa, Mas Na Tua Posição e Com Um Trono E Coroa em Ouro, É Fácil Dizeres O Que Dizes, Mas Peregrinar Para Os Pastores da Igreja Significa Também Abraçar O Mundo e As Pessoas em Todas as Questões Essenciais E Existenciais Porque Aí E na Caminhada dos Pastores ou Sacerdotes, Redistribuindo A Riqueza Do Vaticano, Tudo Isso Faz Um Rumo Diferente Para a Humanidade- Eu Como Cristão Questiono-me Sobre Isto. E Tu Pápa Francisco? Não É Facil, Pois Não? Facilidade, Não É Felicidade, Pois Não? A Igreja Em Sim Tem Que Trabalhar na Dificuldade, e Não Na Comodidade e Facilidade de Pregar Nos Templos. O Templo do Senhor É Cada Ser Humano No Seu Corpo E Parca Sabedoria. Não É Nem Será Nunca Nos Templos Construidos Pela Igreja! Vendam o Património e Invistam nos Verdadeiros Templos Que São Cada Homem, Mulher ou Criança! Esta É a Minha Atitude Perante o Mundo. Vendam-se os Aneis E Fiquem Os Dedos. O Maior Tesouro São Os Dedos!... Celso Santana, Rio Maior, 181818Z FEB 2016
  • Celso Santana
    18 fev, 2016 Rio Maior 18:52
    Nem Sequer Li O Resto! A Igreja Está A Leste de Muitas Coisas Que Segundo O PáPa Francisco pertencem ao Mundo de Hoje. Sabes que Mais PáPa, Muita Gente de Bem É Incriminada Por Simplesmente Dizerem A Verdade Sobre Aquilo Que Se Fala Do Mundo E Aquilo Que Pessoas como Eu escrevem e Denunciam Situações sobre a Industria Farmaceutica Ligado A Certos Pretencionismos de Políticas e Países que Pretendem Dominar o Mundo (Populações) de Forma Negativa. Fica Sabendo Oh Pápa. O Mundo Não É Nem Por Sombras Aquilo Que Tu Dizes. Há Meandros em que Eu Como Ser Humano Me Infiltro, Não para Denunciar Pessoas Coitadas Algumas, Mas Porque Ando A Escrever Livros Que São Contra Instituições Pol´ticos Nações E Superpotencias. Há Muito Tempo Que Ando A escrever Sobre Isso, Mas Ninguém Me Ajuda A Publicar Os Livros. Sabes Porquê PáPa? Porque um Mosquito Que Transmite O Zica, Incomoda Muita Gente, Agora Um Ser Humano Que Sabe O que É o Mosquito e O que São As Doenças Tranmitidas Pelo Mosquito e Agora Pela Via Sexual Incomoda Muito Mais. Eu Não Tenho Condições Para Publicar Os Meus Livros, mas Mais Tarde Ou Mais Cedo Eu Vou Publicá-Los. E Tu Papa Preocupa-Te Em Distribuir a Riqueza Do Vaticano, Porque É Vergonhosa Sem A Partilhar Perante Tanta Miséria. Desculpa Se Te Atingi no Ponto Fulcral. Possivelmente Estarei Morto Ou Preso Num País Dito Democrático, E Sabes Porquê? A Democracia Tal Como Foi Inventada Pelos Filósofos Gregos Entretanto Sofreu Muitas Mutações, Tal Como Certas Doenças Existentes...
  • Celso Santana
    18 fev, 2016 Rio Maior 17:22
    Nem Sequer Li O Resto! A Igreja Está A Leste de Muitas Coisas Que Segundo O PáPa Francisco pertencem ao Mundo de Hoje. Sabes que Mais PáPa, Muita Gente de Bem É Incriminada Por Simplesmente Dizerem A Verdade Sobre Aquilo Que Se Fala Do Mundo E Aquilo Que Pessoas como Eu escrevem e Denunciam Situações sobre a Industria Farmaceutica Ligado A Certos Pretencionismos de Políticas e Países que Pretendem Dominar o Mundo (Populações) de Forma Negativa. Fica Sabendo Oh Pápa. O Mundo Não É Nem Por Sombras Aquilo Que Tu Dizes. Há Meandros em que Eu Como Ser Humano Me Infiltro, Não para Denunciar Pessoas Coitadas Algumas, Mas Porque Ando A Escrever Livros Que São Contra Instituições Pol´ticos Nações E Superpotencias. Há Muito Tempo Que Ando A escrever Sobre Isso, Mas Ninguém Me Ajuda A Publicar Os Livros. Sabes Porquê PáPa. Porque um Mosquito Que Transmite O Zica, Incomoda Muita Gente, Agora Um Ser Humano Que Sabe O que É o Mosquito e O que São As Doenças Tranmitidas Pelo Mosquito e Agora Pela Via Sexual Incomoda Muito Mais. Eu Não Tenho Condições Para Publicar Os Meus Livros, mas Mais Tarde Ou Mais Cedo Eu Vou Publicá-Los. E Tu Papa Preocupa-Te Em Distribuir a Riqueza Do Vaticano, Porque É Vergonhosa Sem A Partilhar Perante Tanta Miséria. Desculpa Se Te Atingi no Ponto Fulcral. Possivelmente Estarei Morto Ou Preso Num País Dito Democrático, E Sabes Porquê. A Democracia Tal Como Foi Inventada Pelos Filósofos Gregos Entretanto Sofreu Muitas Mutações, Tal Como Certas Doenças Existentes...
  • José Oliveira
    18 fev, 2016 Rio Tinto 12:10
    Porquê a Igreja não ouve o PAPA Francisco ? O que ele diz ninguém percebe . Cabeças duras . Não interessa !? Não é? Já sei que não vai ser divulgado este comentário . Mas deixa lá ! Paciéncia !!!
  • José Oliveira
    18 fev, 2016 Rio Tinto 12:05
    Já sei que não vai ser divulgado o meu comentário , mesmo assim lá vai Ó Senhor Presidente do Eurogrupo (destruidor) ! . Está preocupado com o seu tacho ? Não se preocupe , porque ainda há muitas terra para cavar , para si e para os do Eurogrupo (destruidor). Já DEUS disse , que tudo o que entrasse saísse . É pena que não seja já , assim via os meus netos a viverem com o que é seu , Ou seja ;com o suor deles .