A+ / A-

Autarca recolhe beatas em Algés. "Quebre o hábito, beatas são lixo, não deite no chão"

29 jan, 2016 - 14:35

Paulo Vistas e outros vereadores da Câmara de Oeiras quiseram dar o exemplo e estiveram em Algés a distribuir cinzeiros portáteis a fumadores e a alertá-los para a necessidade de se habituarem a deitar as beatas no lixo.
A+ / A-

O presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas, esteve a recolher beatas de cigarro no chão de Algés e a distribuir cinzeiros aos fumadores, numa acção de sensibilização, e prometeu multar os que não respeitarem.

"Quebre o hábito, beatas são lixo, não deite no chão" é o nome da campanha que está a ser levada a cabo pela Câmara de Oeiras para melhorar o ambiente do concelho.

Paulo Vistas e outros vereadores quiseram dar o exemplo e estiveram esta manhã em Algés a distribuir cinzeiros portáteis a fumadores e a alertá-los para a necessidade de se habituarem a deitar as beatas no lixo.

"Iniciámos esta campanha pela constatação de um hábito que, infelizmente, as pessoas têm que é o de deitar as beatas dos cigarros para o chão, quase que o fazem de uma forma inconsciente, automática", lamentou Paulo Vistas.

O autarca alertou para o facto de muitas vias públicas servirem de "verdadeiros cinzeiros urbanos".

No contacto com as pessoas, pelas ruas de Algés, uma freguesia com vários estabelecimentos de restauração, Paulo Vistas disse ter recebido uma reacção muito positiva. "As pessoas ficaram surpreendidas de me verem a mim a ter esta acção e penso que terá resultados", disse.

A campanha de sensibilização ainda não tem data para terminar, mas Paulo Vistas já garantiu que, depois disso, os que não respeitarem o ambiente serão penalizados.

"Claro que haverá multas, quer nas beatas de cigarros, dejectos caninos ou outro lixo qualquer. Não faz sentido estarmos a investir em campanhas de sensibilização para depois há pessoas que não querem saber de nada", assegurou o autarca.

As acções de sensibilização serão alargadas a outras zonas do concelho de Oeiras e Paulo Vistas disse já estar convencido de que haverá muita adesão.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Fernanda Carvalho
    30 jan, 2016 Portela de Carnaxide 16:25
    Acho muito bem!!!! Pois eu tenho feito muito aqui na Portela, principalmente ao pé da farmácia ,pois ainda não foi puseram a dita papeleira do luxo, já prometida, eu tento ajudar a manter aqui a estrada limpa, podem ver!!agora cinzeiros é que não!! Mas gostei da ideia! PARABÉNS TEMOS UM GRANDE PRESIDENTE
  • Ferreira
    29 jan, 2016 Cruz Quebrada 21:06
    Em vez de andar a apanhar beatas em Algés deveria ir antes à Cruz Quebrada apanhar diariamente o lixo que é acumulado nos vazadouros do lixo , onde o cheiro muitas vezes é pestilento, que estão localizados à entrada da vila no sitio mais nobre da mesma e em frente a todo o comércio. Estão localizados mesmo em frente do talho, da farmacia, de um restaurante, de um café e de uma papelaria por unica e exclusiva responsabiliade da Câmara de Oeiras porque autorizou construção em tudo o que era espaço publico. Na Cruz Quebrada não há um unico local onde se possa montar um pequeno espaço para a velharia poder jogar às cartas. Até as caixas multibanco (2) tiveram que ser montadas em espaços particulares. Com isto este senhor autarca não se preocupa e tão pouco tenta resolver o problema que é unica e exclusivamente da responsabilidade da autarquia. As trafulhices entre a Câmara e os construtores já vêm de longe. A zona nova da Cruz Quebrada começou a ser construída em fins de 1960 na Quinta de Santa Sofia da qual era proprietario o então Presidente da Câmara de Oeiras daí tudo ter sido construido às três pancadas e mais não digo.
  • Luis
    29 jan, 2016 lisboa 15:14
    Este já começa a estar aflito só por saber que o Isaltino vai concorrer às próximas eleições. Como não sabe fazer nada tem muito tempo para estas palhaçadas. Nunca toda a Oeiras esteve no estado em que está. O homem para além de não saber fazer,nada pois não tem o minimo de qualificação para o cargo que ocupa,deve também estar convencido que somos todos parvos e trocamos o nosso voto por estas palhaçadas. A unica coisa que sabe fazer bem é proteger os corruptos da Câmara pois está mais que dependente deles. Todos os Oeirenses já querem o Isaltino de volta.