Tempo
|
A+ / A-

Vaticano considera que capa do "Charlie Hebdo" é desonesta

06 jan, 2016 - 01:16

Edição que assinala a passagem de um ano após o ataque contra o jornal satírico francês apresenta um Deus armado com uma metralhadora e com as vestes ensanguentadas.

A+ / A-

O Vaticano considera desonesta a caricatura de “Deus assassino” que faz a capa da próxima edição do jornal satírico francês “Charlie Hebdo”.

Na edição que assinala o primeiro aniversário do atentado terrorista contra a publicação, que vai para as bancas esta quarta-feira, a primeira página apresenta uma caricatura

um deus barbudo, armado com uma metralhadora kalachnikov e com o hábito ensanguentado.

O facto mereceu já uma reacção no jornal do Vaticano. O "L’Osservatore Romano" lamenta que o “Charlie Hebdo” omita as condenações que vários responsáveis religiosos, incluindo o Papa Francisco, têm feito contra a violência levada acabo em nome da religião.

O Vaticano considera "triste" o paradoxo de um mundo cada vez mais atento ao politicamente correcto, ao ponto de roçar o ridículo, mas que não quer reconhecer nem respeitar a fé em Deus dos crentes de qualquer religião.

A edição desta semana do “Charlie Hebdo” deverá ter uma tiragem de cerca de um milhão de exemplares.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Rosário Cordeiro
    11 jan, 2016 Portela 12:37
    Agradeço ao RR a divulgação desta reacção do Vaticano muito bem feita.
  • Vera
    06 jan, 2016 Palmela 23:46
    Claro que não é correcto! Deus é Deus, é força! não tem figura! e mesmo que tivesse não seria com uma arma na mão! "Não matarás". Por mim, este jornal já estava finalizado há muito tempo! PROÍBIDO!
  • Poisé
    06 jan, 2016 Orabem 10:53
    Esta, sinceramente, não me consegue convencer. Então o que é que tem de ridículo esta imagem?! O que é pode ser mais ridículo do que matar em nome de um Deus???!!! Quer dizer mata-se em mome de alá, por vingança. Pelo menos foi o que vi no vídeo, estes assassinos, depois de matarem pessoas que não lhes fizeram mal nenhum, a vangloriarem-se que tinham vingado o alá. Há, isto não é ridículo? o que é ridículo é a imagem para demonstrar o ridículo de certas ideologias???!!! Por esta ordem de ideias os terrorista dominam o mundo e ninguém lhes poderá criticar. Isto é, eles matam, e o que é que se vê pessoas a porem velinhas. Onde está as manifestações de indignação, ou não fazem por terem medo??? E se fosse ao contrário, como é que os muçulmanos fanáticos iam reagir? O que é vergonhoso é o que esta gente faz. Fazem lavagem cerebral aos europeus, atraindo os fracos, os frustrados com a vida, os que vêm no terrorismo uma aventura como nos jogos da playstation e pelas promessas de riqueza e poder. Os que usam as mesquitas para propagar o ódio, servindo-se da religião. Aliás, só quem lê este alcorão ou sharia é que vê a quantidade de dispartes que anda por ali. Oh Srs do Vaticano, os terroristas não querem saber das vossas boas intenções, as suas é que são válidas, ou vocês não querem perceber isto?
  • 06 jan, 2016 10:31
    Podem criticar mas não podem destruir a maior revolução de amor do mundo, a liberdade humana de poder acreditar em Deus criador do universo que é sempre misericordioso!.