A+ / A-

Na Madeira há verdadeiras obras de arte à porta

10 dez, 2015 - 09:44

Por solidariedade e carolice, alguns artistas deram novas cores ao Bairro de Santa Maria, o mais antigo do Funchal. A Renascença está esta semana na Madeira e olha esta quinta-feira mais em pormenor para o turismo.
A+ / A-
Na Madeira há uma rua que é uma galeria
Na Madeira há uma rua que é uma galeria

O Governo Regional da Madeira duplicou o orçamento para chamar novos e mais turistas ao arquipélago. No Funchal, o bairro mais antigo ganhou novos pontos de atracção, com portas pintadas como se fossem quadros.

São mais de 200 as portas que ganharam nova vida. Portas antigas, mesmo velhas a que os pintores da cidade, através da solidariedade e carolice, deram um novo significado.

Carlos Pinheiro, arquitecto, é o autor de uma das primeiras portas, pintada com apenas duas cores. “Estávamos numa recessão económica e a mensagem é que estamos no fundo do poço e depois temos um caminho muito estreito para chegar lá acima”, explica à Renascença.

Bem mais colorida é a porta de João Egídio. “ A minha porta é uma alusão à Madeira, à Festa da Flor, ao Carnaval, às paisagens, às frutas. Está ilustrado, mais ou menos, o que é a Madeira”.

A ideia foi importada de Itália por João Carlos Abreu, antigo secretário regional do Turismo, jornalista, pintor e escritor, nascido na zona de Santa Maria.

“Costumo dizer que a minha escola de humanismo foi feita naquela parte da cidade, porque as pessoas eram muito solidárias, vivíamos os problemas uns dos outros”, diz, admitindo que a zona, agora cheia de gente, deveria ser considerada património municipal, “para depois ninguém ter a coragem de tirar as portas”.

Para quem ali mora, a diferença entre o antes e o depois é evidente. “O meu pai dizia-me para nem sequer olhar para lá”, recorda Alexandra Perrigier, acrescentando que agora se trata de uma área muito “in”.

Madeira quer mais turistas

Em média, cada turista deixa na Madeira 260 euros. Por ano, chega ao arquipélago um milhão e meio de turistas. Por aqui se vê a importância do turismo para a economia madeirense.

A Renascença tem estado esta semana na Madeira e destaca, esta quinta-feira, o sector turismo. Às 13h0, o noticiário em directo da ilha tem como convidada Cristina Pedra Costa, presidente da Associação de Comércio e Indústria do Funchal – alguém que conhece muito bem a economia madeirense.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Alice van der Schuit
    12 dez, 2017 England 20:35
    This street, with those fabulous doors, is absolutely magnificent. Once we found it - several years ago now - we visit every year. This wonderful Street - signposted with the beautiful black metal birds - of Santa Maria with its cobbled stones and fabulous restaurants has been turned into an outstanding landmark by innovation and the extraordinary resilience and talent of the people of this beautiful Island that we have grown to love and call our "Paradise". A Huge Thank You to all those whose initiative brought this about and to all those who have contributed to all the art work, of all types, that adorn these marvellous old doors.