|
A+ / A-

Marçal Grilo: “O país está entalado. Governo à esquerda será um enorme desastre”

14 out, 2015 - 01:28 • Raquel Abecasis

Marçal Grilo, que foi ministro num governo de Guterres, responsabiliza Cavaco pelo impasse político. E ironiza: mais valia convidar um estrangeiro para liderar o governo português.

A+ / A-
“O país está entalado. Governo à esquerda será um enorme desastre”
“O país está entalado. Governo à esquerda será um enorme desastre”

Marçal Grilo confessa estar estupefacto com o que se está a passar neste período pós-eleitoral e considera mesmo que neste momento “o país está entalado”.

Em entrevista ao programa Terça à Noite, da Renascença, o ex-ministro de António Guterres pergunta: “Como é que nós vamos sair disto? Qual é a solução que nos poderá trazer maior estabilidade? Eu não sei qual é”.

"Vamos supor que se faz um governo chamado à esquerda, o PS lidera um governo que tem o apoio do Bloco de Esquerda e do PCP. O PS fica numa situação complicada porque vai ser atacado por ter abandonado muito a sua matriz europeia e social-democrata”, avisa.

O ex-ministro da Educação considera que o Presidente da República tem muita responsabilidade na situação actual, ao ter convocado Passos Coelho para Belém sem ter recebido os restantes partidos. Com isto, diz Marçal Grilo, “o Presidente criou um vazio que António Costa ocupou, porque nós hoje perguntamos o seguinte: Quem é que está a formar Governo? É Passos Coelho ou é António Costa?”

Perante o cenário que está criado, Marçal Grilo alerta para as consequências de um eventual governo à esquerda: “Isso será para o país um enorme desastre”, afirma.

"O risco que temos é que os mercados tenham uma reacção muitíssimo negativa em relação a Portugal e nós podermos vir a ter uma situação complexa e muito difícil nas contas públicas, nas taxas de juro, porque o país está numa situação de grande fragilidade.”

País pode ficar sem governo durante muitos meses

Marçal Grilo. "País pode ficar sem governo durante muitos meses"
Marçal Grilo. "País pode ficar sem governo durante muitos meses"

O facto de António Costa se ter comprometido a fazer um referendo interno sobre uma eventual solução governativa pode deixar o país sem governo durante muitos meses, considera Eduardo Marçal Grilo.

“Se António Costa perder o referendo interno tem que se demitir” e, se isso acontecer, o país fica sem Governo à espera que o PS encontre um líder, considera.

A situação pode vir a ser de tal modo grave que Marçal Grilo ironiza dizendo que “o melhor é ir procurar um treinador estrangeiro, trazer o Mario Monti, por exemplo, que em Itália fez tão bem, trazer um estrangeiro para presidir ao governo”.

A ironia do ex-governante serve para alertar para o facto de que o país não tem qualquer hipótese de ter eleições no próximo ano, o que, considera Grilo, torna o actual impasse ainda mais grave.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João
    19 out, 2015 Lisboa 09:23
    Curioso que nunca ouvi o Marçal Grilo preocupado com os mais de dois milhões de portugueses que estão abaixo do limiar de pobreza, mas está muito nervoso com os mercados e avança com estas teorias do apocalipse. Tudo está bem para estes reaccionários, desde que nos mantenhamos dentro da doutrina de Salazar, de Passos e de Cavaco. O Povo? Que se lixe o Povo.
  • Alberto.Sousa
    16 out, 2015 MONTIJO 17:58
    E as mentiras do PAF continuam. Nunca falarão a verdade. Ganharam as eleições sem maioria absoluta, sofrendo a derrota VERGONHOSA do terem aldrabado os portugueses a torto e a direito. Os portugueses disseram na sua maioria, NÃO, Á MAIORIA DO PAF QUE FEZ PUF. Querem agora continuar no poleiro, e já oferecem tudo e mais alguma coisa, (o rabinho + 8 tostões). O Costa por sua vez não aceita e não assina cheques em branco, porque tal como nós já os conhece de gingeira, e sabe bem, que não se pode confiar neles (PAF). EM BOA HORA JERÓNIMO DE SOUSA resolveu meter a cartilha comunista na gaveta, passamos assim , de homem da cassete, que passou a moderado, e verdadeiro salvador de Portugal. Os portugueses só lhe podem estar agradecidos. Sem palavras para descrever como BE cresceu. Finalmente HURRA para a esquerda portuguesa.
  • Luís
    15 out, 2015 Porto 01:07
    Muitos dos que votaram PS votaram para este ter uma maioria para a PAF não ser governo, e não querem que o PS se junte á PAF, preferem que se junte aos partidos mais á esquerda do que aos da direita (PAF).
  • kinajony
    15 out, 2015 sul de portugal 00:35
    ENTALADO ESTÃO TODOS AQUELES QUE SÃO À DIREITA E NÃO CONSEGUEM ENGOLIR UMA GOVERNAÇÃO Á ESQUERDA. À DIREITA JÁ NÓS SABEMOS QUE É UM MASSACRE DEVASTADOR PARA A CLASSE POBRE. O PIOR É QUE HÁ MUITO POBRE QUE TEM A MANIA QUE É RICO E VAI VOTAR NESTES SENHORES QUE SÓ NOS DEIXAM A PELE E OSSO.........
  • lino
    14 out, 2015 leiria 22:57
    de esquerda ou de direita é tudo gente rica só querem saber deles,depois vê-se uma mulher bonita e o costa completamente obsecado, se não está parece, do outro lado um governo que penso eu precisa de um travão e acho que foi esse o resultado das eleições,para que complicar,comecem a trabalhar pois pagamos os vossos chorudos salarios a tempo e horas
  • ao Luis Silva
    14 out, 2015 lx 19:05
    E o que é que isso difere da actual situação democratica? O que está em causa é a maioria parlamentar que é necessaria para sustentar o governo! Pela sua ordem de ideia então a direita que arranje essa maioria parlamentar? Vá dialogar com o BE ou com o PCP e tentem, tal como fez o PS!...É assim tão dificil perceber? Nem mesmo com desenho lá vão!...A teimosia é tanta!
  • Pai Louco
    14 out, 2015 Coimbra 17:43
    “O país está entalado"? Quem está entalado são os mamões que não fazem nada porque estiverem no governo e/ou no parlamento alguns meses ...5 ou 6 anos, têm reformas milionárias e podem vir a ficar sem elas.
  • Para o FM
    14 out, 2015 Lx 16:48
    Eu também tinha votado no PSD em 2011. Mas nunca dei autorização para se coligarem com o CDS (partido do qual nunca fui simpatizante. Longe disso.). E eles fizeram-no para terem Portugal na mão, e poder absoluto. Agora o PS tem o direito de fazer o mesmo. O governo é o representante do povo, e a maioria do povo votou nos partidos de ideologia esquerda. E a direita só ganhou porque à esquerda existiam um numero vasto de partidos, e à direita apenas 1 (Paf). O facto da Paf ter ganho, não representa a vontade do povo, isto é claro. O que é que custa tanto a perceber?? De qualquer forma, a constituição permite que seja formado um governo de esquerda, apesar da vitoria da direita. Já aconteceu noutros países, e com excelentes resultados. Em 2011 o PSD teve o meu voto. Agora votei PS, e espero ansiosamente que seja formado um governo à esquerda. Já basta de pobreza extrema para o povo, enquanto os mais ricos continuavam a amealhar. A PAF não é um partido do povo. A PAF, na minha opinião, com o Sr. Paulo Portas e o Sr. Passos Coelho, não foi um partido social democrata (que eu defendo). Estes dois senhores, na minha opinião, estão longe, muito longe, de serem social democratas. Deviam ouvir mais a Dra. Manuela Ferreira leite.
  • João
    14 out, 2015 Guimaraes 16:40
    Andamos a brincar com a vida dos Portugueses??? sinto muita vergonha no meu P.S. neste momento tiramos o Seguro porque ia a frente por "poucochinho" e o António perde claramente, e quer transformar numa vitoria....enfim, não têm um pingo de vergonha, depois das eleições deveria demitir-se e convocar o Congresso, e ai poderia recandidatar, os velhos amigos que ainda respiram por palhinhas vem ajudar a festa, primeiro os interesses pessoais e depois os Portugueses. Sr. António Costa, faça um favor...... deia corda aos sapatos, porque ninguém confia em si e se fosse honesto deveria dizer aos Portugueses que fazia coligação com a Extrema Esquerda e ia a votos, e ai NEM 32% IRIA TER, OUÇA A VOZ DOS PORTUGUESES E NÃO O SEU EGO, desaparece que esta a prejudicar PORTUGAL
  • AO FM
    14 out, 2015 Lx 16:33
    Eu, e todas as pessoas que conheço que votaram PS, preferem 1000 x uma coligação com os partidos de esquerda (chame-lhe extrema, chame-lhe o que quiser), que com esta coligação de direita (PAF), que nos espremeu até ao tutano, e que não apresenta nenhum resultado convincente (está sempre a vir à baila que estão todos manipulados, e pela pobreza extrema que se vê à nossa volta, eu acredito que estejam. Não têm qualquer credito para mim. Fora com eles!)