O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Violência doméstica. A justiça portuguesa está no século XXI?

03 jan, 2018 - 14:40 • Teresa Abecasis , Rodrigo Machado (pós-produção)

Um sistema de justiça em que o agressor "sai como ganhador" e em que se "culpabiliza a vítima". Sentenças embebidas de "pensamento machista, misógino, estereotipado". Assim vê a APAV algumas das sentenças de 2017 em matéria de violência doméstica. Para 2018, a instituição pede formação obrigatória nesta área.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.