O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Livro

Na história dela está todo o drama dos refugiados

29 abr, 2017 - 08:30 • Catarina Santos

Uma refugiada síria viu quase 500 pessoas desaparecerem nas águas do Mediterrâneo, em Setembro de 2014. Sobreviveu quatro dias e quatro noites no mar, com duas crianças ao colo, e viveu para contar a história. Doaa Al Zamel esteve por estes dias em Lisboa, com Melissa Fleming, a porta-voz do Alto-comissariado da ONU para os Refugiados, para apresentar o livro "Uma esperança mais forte do que o mar".
Entrevista

António Pinho Vargas. "As pessoas a fazer música são aquilo que me mantém vivo"

Aos 65 anos, o músico e compositor lança o seu 13.º disco, “Magnificat | De Profundis”. Em entrevista, fala das paixões pela História e pelo piano, da política cultural e da subalternidade histórica da música portuguesa.
prémios Obciber: Reportagens vencedoras
+ Vistos
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • Comentários
    Tem 1500 caracteres disponíveis
    Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

    Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.