Os guardiões da costa

Vida de faroleiro

02 out, 2015 - 18:26 • Teresa Abecasis , Raul Santos

Situado nas ilhas das Berlengas, a 12 quilómetros de Peniche, o Farol Duque de Bragança é um dos mais isolados do país, o que dificulta a tarefa de garantir o seu funcionamento. Nele estão permanentemente dois faroleiros, que fazem turnos semanais. No Verão, as Berlengas chegam a ser visitadas por mais de mil pessoas num dia, mas no Inverno os faroleiros são os seus únicos habitantes – ou prisioneiros, quando o mau tempo não lhes permite sair dali.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.