O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

"Ódio e violência não vão conseguir separar-nos". Governo italiano reage a ataque racista

04 fev, 2018 - 12:15 • Fonte: Reuters

Um homem abriu fogo sobre migrantes de origem africana na cidade italiana de Macerata, este sábado. O suspeito, de 28 anos, é membro do partido de extrema-direita Liga Norte e foi candidato às eleições locais o ano passado. Reagindo a este ataque, o Primeiro-ministro italiano sublinhou que o país precisa de se unir na defesa dos valores da República.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.