O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
hora da verdade

Jerónimo de Sousa. “Não calamos as contradições que existem e que podem tornar-se insanáveis"

31 jan, 2018 - 22:23 • Eunice Lourenço (Renascença) e Sónia Sapage (Público)

Secretário-geral do PCP admite que as questões laborais acentuam as contradições que existem entre o PCP e o PS e admite que estas se podem tornar insanáveis antes de 2019. Em entrevista, o líder comunista também avisa desde já que os aumentos salariais no próximo ano são “inquestionáveis”.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.