O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Editora da BBC demite-se por ganhar menos que os colegas homens

08 jan, 2018 - 19:44

Carrie Gracie era editora da BBC China há quatro anos. Demite-se agora do cargo, acusando a estação de televisão de discriminação salarial. Segundo informações divulgadas pela própria empresa, em 2016, os dois editores internacionais ganhavam pelo menos mais 50% do que as duas editoras com o mesmo cargo. A denúncia da jornalista tem merecido o apoio de várias mulheres no meio. No Twitter, já há uma hashtag para manifestar apoio a Carrie Gracie: #IStandWithCarrie.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.