O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

IAPMEI admite plano de emergência para empresas vítimas da seca

30 nov, 2017 - 20:25 • Sandra Afonso , Elsa Araújo Rodrigues

O presidente do IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação admite avançar com apoios às empresas atingidas pela seca se a situação se agravar. Entrevista à Renascença, Jorge Marques dos Santos diz que ainda não chegaram pedidos de ajuda, mas se for preciso serão accionados os mecanismos de resposta utilizados para os incêndios deste Verão. O presidente do IAPMEI faz ainda o balanço das medidas no terreno, de apoio às empresas afectadas pelos fogos, e dos apoios disponíveis nesta altura para empresários e empreendedores, em geral. Rejeita críticas sobre dificuldades de acesso aos fundos comunitários, admite apenas atrasos no passado, já ultrapassados. Às pequenas e médias empresas deixa um conselho: nem tudo se resume ao financiamento, é preciso pensar grande, em fusões e parcerias.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.