O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Choveu em Viseu. É bom, mas e agora?

23 nov, 2017 - 20:45

O período de seca extrema fez com que a queda de água deixasse feliz os viseenses. Há quem a queira ter sentido no corpo para a tornar real. Mas um dia de precipitação não chega, dois também não são suficientes. E há riscos à espreita. Este trabalho é um excerto de uma reportagem sobre os efeitos da seca na cidade de Viseu que a Renascença está a preparar.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.