O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Venezuela: UE quer “gestos” de Maduro para “desagravar tensões"

17 jul, 2017 - 20:10

O referendo na Venezuela mostra que "uma grande parte da população claramente não parece apoiar a assembleia constituinte" e a Alta Representante da União Europeia para a Política Externa e Segurança apela ao Governo de Nicolás Maduro que procure "ter gestos políticos para desagravar as tensões" no país. Federica Mogherini falava no fim de uma reunião do Conselho dos Negócios Estrangeiros da UE, em Bruxelas.
Tópicos
Webdocumentários
Fátima na Bielorrússia

Uma chama que a URSS não apagou

100 anos de Fátima

Os mistérios da fé

Grandes reportagens multimédia
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.