O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Fátima. 100 anos, 100 vozes

Luís Braga da Cruz: “Fátima é essencial para sociedade descrente”

21 abr, 2017 - 10:12 • Imagem: Bárbara Afonso e Edgar Sousa. Grafismo e pós-produção: Rodrigo Machado. Produção Ana Marta Domingues. Música: "Brooks", Kai Engel.

Para o Presidente do Conselho de Fundadores da Fundação de Serralves, Fátima é um "local de peregrinação, um local de intenção de fazer introspecção". O Engenheiro Luís Braga da Cruz tem ainda presente a sua primeira memória de Fátima quando visitou o Santuário aos 8 anos de idade com os seus pais. "Fátima é essencial para uma sociedade contemporânea cada vez mais agnóstica, mais descrente de Deus". Nos 100 anos de Fátima, a Renascença e o Santuário de Fátima registam 100 testemunhos de personalidades de todos os quadrantes da sociedade portuguesa. Para ver na V+ e ouvir na antena da rádio, todos os dias, até 13 de Maio.
Webdocumentários
Fátima na Bielorrússia

Uma chama que a URSS não apagou

100 anos de Fátima

Os mistérios da fé

Grandes reportagens multimédia
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.