O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.

Eunice Muñoz: "Têm de ir ver teatro. No teatro estamos vivos"

18 jan, 2017 - 13:38 • Maria João Costa (entrevista), Teresa Abecasis e Inês Rocha (edição), Ricardo Fortunato (pós-produção), Bárbara Afonso, Conceição Sampaio (imagem), Edgar Sousa (iluminação)

Pisou o palco pela primeira vez há 75 anos, quando tinha apenas 13. Ali começou uma história de amor sério com o teatro, que continua alimentar aos 88 anos. Entretanto, vestiu a pele de cerca de 70 personagens diferentes, entre elas a inesquecível Anna de "Mãe Coragem", um papel tão difícil e emotivo que chegou a assustá-la. Para os que a conhecem da televisão, deixa um apelo: "Têm que ir ver teatro. É diferente do cinema e da televisão. Nós estamos ali, vivos, a respirar com eles. O teatro é insubstituível".
Webdocumentários
CAPA GRAFISMO - Reportagem Fátima Fatima na Bielorrússia Bielorrussia . Foto: Joana Bourgard/RR
Fátima na Bielorrússia

Uma chama que a URSS não apagou

reportagem misterios da fe facebook
100 anos de Fátima

Os mistérios da fé

Grandes reportagens multimédia
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.