O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
11 de Janeiro

«Ele nunca saiu de cá»

11 jan, 2013

11 de Janeiro

«Ele nunca saiu de cá»
 Foi esta a resposta de um escritor português
 à pergunta : «O que diria Jesus se regressasse à Terra?»

E a resposta inquietou-me.
 Porque, sabendo eu que é esta a verdade,
 e que é esta verdade que me sustenta e dá significado à minha vida,
 não sei se teria tido a mesma clarividência de o afirmar.

O que provoca em mim uma outra pergunta
 que é a de saber o que diz a minha vida sobre esta certeza
 de acreditar num Deus que permanece meu contemporâneo.

É certo que quem me conhece sabe bem em Quem acredito,
 e que Deus é central na minha vida.
 O que me preocupa mesmo é saber se vivo como quem acredita,
 se o que digo e o que faço corresponde ao que Deus espera de mim,
para que os que comigo se cruzam O possam encontrar.

O meu desafio é assim, o de conformar a minha vontade com a Sua vontade,
 querer para mim o que Ele quer,
 desejar o que Ele deseja,
 fazer como Ele faz,
 amar como Ele ama.

Não é fácil, pode rasgar o meu coração, é um trabalho para uma vida…
mas é possível se, no uso da minha liberdade, a isso me dispuser
e Lhe pedir em cada dia a Sua força e a sua Graça!


Rui Corrêa d’Oliveira