O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
Ouvir Emissão
Acabou de Tocar BONNIE TYLER - TOTAL ECLIPSE OF THE HEART Acabou de Tocar

ProgramasRubricasSugestoesMusicasVozesPodcast
Equipa Worten
Encontra-nos no Facebook
"

Como avaliar a frescura dos ovos?

Fonte Aumentar Letra Diminuir Letra

Todos podemos e devemos verificar se os ovos estão em bom estado antes de os cozinhar, até porque é muito simples. Basta colocar os ovos num recipiente com água e observar: um ovo fresco afunda e um ovo velho flutua. Isto acontece porque, à medida que vai envelhecendo, o ovo perde humidade através da casca e absorve ar. A acumulação de ar dentro do ovo é que faz com que o ovo flutue em água.
Além deste método existem outros indicadores de envelhecimento. Por exemplo, quando a clara é muito liquida o ovo também não presta. Se a gema estiver achatada ou fizer barulho contra a casca quando se abana o ovo a conclusão é a mesma: o ovo é para descartar. E quando a gema se rompe ao abrir o ovo, ou existe algum mau cheiro, também não se deve aproveitar.
Os ovos devem ser guardados no frigorífico pois o seu envelhecimento é retardado pelas temperaturas baixas. Quando está a preparar uma receita em que junta vários ovos numa taça, é boa ideia partir sempre cada ovo para uma taça à parte. Assim, se o ovo estiver estragado, não vai contaminar os outros que já estão juntos.
Já agora, não se esqueça: mesmo fresco, um ovo pode estar contaminado com salmonela! Por isso, os ovos devem ser sempre bem cozinhados.

*Autoria da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa, no Porto.

“Faça-nos perguntas!” aqui questoesbiotecnologia@porto.ucp.pt

Imprimir Enviar por E-mail
PARTILHAR

Edições Anteriores
Envie-nos uma Mensagem

As suas mensagens serão sempre bem vindas, prometemos ser breves na nossa resposta.

 

Todos os campos são de preenchimento obrigatório.



INFORMAÇÃO      BOLA BRANCA      PROGRAMAÇÃO      MÚSICA      MULTIMÉDIA      OPINIÃO