Festival N2. "Quatro dias repletos de música para todas as idades"
Editado por Olímpia Mairos
Inserido em 09-08-2018 15:12

São dois fins de semana para celebrar, no quilómetro zero, a mítica estrada que liga o país de lés a lés.

Começa esta quinta-feira em Chaves, e decorre até domingo, o festival da Estrada Nacional 2 (EN2). Bezegol, Capitão Fausto, Frankie Chavez, Marta Ren e Valas são as cabeças de cartaz.

“Serão quatro dias repletos de música, com três palcos, zona de descanso e campismo gratuito”, diz fonte da autarquia de Chaves à Renascença. “Um festival para todas as idades, com uma programação variada a pensar em todas as faixas etárias”.

O evento, agora com novo nome mas com história passada, tem como principal objetivo iniciar a celebração e o pensamento acerca da mítica estrada que tem o quilómetro zero em Chaves e atravessa o país até Faro.

“Mais que o destino, importa o caminho”, refere a autarquia, esperando muitos festivaleiros junto ao km0 da Estada Nacional 2.

Depois, entre os dias 17 e 19, a cidade de Trajano Chaves vai celebrar a história e a cultura dos povos que em tempos remotos habitaram e fizeram vida em “Aquae Flaviae”, com a sexta edição da Festa dos Povos.

O evento centra-se nas alamedas de Trajano e do Tabolado e nas ruas circundantes, onde se irão misturar artesãos, gladiadores, senadores, músicos, bailarinos, mendigos, escravos, falcoeiros, personagens mitológicas e divindades. Inclui recriações históricas, mercado galaico romano, espetáculos e cortejos, envolvendo à volta de 100 expositores e centenas de figurantes.

O programa integra também a terceira edição dos jogos de “Aquae Flaviae”, que contam com o envolvimento das juntas de freguesia, simulações bélicas entre galaicos e romanos, recriações mitológicas, interpretações musicais e bailados, “circus maximus” (luta entre gladiadores e jogo com varapaus) e vários cortejos diurnos e noturnos pelas principais artérias da cidade.

A Festa dos Povos, que retrocede até à época romana, e o Festival N2, que quer celebrar a mítica estrada que atravessa o país de lés a lés, são eventos que visam promover o concelho, a gastronomia, o património e atrair visitantes.

Aquae Flaviae. A origem

As legiões romanas chegaram ao território há cerca de dois milénios. Fixaram-se onde hoje é a cidade e distribuíram pequenas fortificações, edificaram a primeira muralha que envolveu o aglomerado populacional, construíram a ponte de Trajano, tiraram proveito das águas minerais, implantaram balneários termais, exploraram filões auríferos e outros recursos.

Este núcleo urbano adquiriu tanta importância nessa época, que foi elevado à categoria de município, quando, no ano 79 dominava Vespasiano, primeiro César da família Flavia. Será esta a origem de Aquae Flaviae, designação antiga da actual cidade de Chaves.

A Festa dos Povos – Mercado Galaico-Romano é organizada pelo município de Chaves e pela empresa Empreendimentos Hidroelétricos do Alto Tâmega e Barroso.