O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Governo garante aviões de combate aos incêndios a tempo da época crítica

30 nov, 2017 - 10:59

Concurso para alugar 47 meios aéreos vai ser lançado no início de Dezembro, garante à Renascença o ministro da Administração Interna.
A+ / A-
Entrevista a Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, na Manhã da RR (30/11/2017)
Entrevista a Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, na Manhã da RR (30/11/2017)

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, garante que não vão faltar os meios aéreos para combater incêndios florestais desde o início da época mais crítica.

Em entrevista à Renascença, o governante garantiu que, ao contrário do que avança a notícia do jornal “i”, os aviões e helicópteros estarão contratados a tempo e horas.

“[O concurso será lançado] já no início de Dezembro”, disse, acrescentando que terá “carácter urgente, isto é, com prazos mínimos”.

A notícia do jornal garante que o concurso está atrasado e que levará entre cinco a seis meses e, por isso, os meios aéreos só estariam disponíveis em Maio ou Junho. “Será certamente muito antes disso”, garantiu Eduardo Cabrita.

O ministro revelou ainda que, pela primeira vez, o concurso vai “incluir uma resposta de meios aéreos também na região autónoma da Madeira”.

Nesta entrevista ao programa Carla Rocha - Manhã da Renascença, Eduardo Cabrita respondeu às criticas da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais, que contesta a escolha de um general da GNR para comandante da Protecção Civil.

O ministro da Administração Interna diz que o comando não pode obedecer a uma lógica corporativa. “Não está escrito em lado nenhum que o ministro da Educação deva ser um professor ou que o ministro das Infraestruturas deva ser um engenheiro”, disse.

Eduardo Cabrita garantiu que não há qualquer desrespeito pelos bombeiros e destacou a “crescente profissionalização das corporações de bombeiros”.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • BRAVO PORTUGAL
    04 dez, 2017 SINTRA 11:41
    e a compra de aviões? e a formação aos pilotos da Força Aérea? porque é que o(s) nosso(s) governo(s) insistem em desbaratar o nosso dinheiro? Comprem aviões e formem os pilotos da Força Aérea para o combate a incêndios e não teremos necessidade de concursos públicos anuais para aluguer dos aviões que apenas servem para encher os bolsos de alguns. Infelizmente não sabemos quais
  • joao mende
    30 nov, 2017 Aveiro 13:20
    desde o início da época mais crítica. será que este ministro tem uma bola de cristal e sabe qual vai ser a época critica......esquece-se que o maior incêndio foi em outubro...pois
  • mendes
    30 nov, 2017 braga 12:52
    a industria do fogo comeca desde logo pelos apolidados defenssores dos direitos humanos e daqueles que defendem minorias e estao sempre nas ruas e na assembleia da republica a acusar as autoridades e os outros de rascistas e fascistas porque bater num criminoso ou em quem ofende e crime e rascismo prender um incendiario por 25 anos e crime mas obrigar um incendiario a dizer quem lhe paga e abuso de autoridade e a autoridade e da pide investigar o porque de os incendios comecarem a certas horas e em locais predefinidos colocar radares e vigilantes para detectar os incendiarios isso nao porque seria muito caro pessoas dizem e afirmam e mostram objectos que veem cair nas florestas mas os politicos e as autoridades nada dizem sobre isso nem investigam porque o que eles dizem e verdadeiro aquilo que os populares dizem e mentira pegam a sic a reportagem de o cartel do fogo porque nessa reportagem mostra bem a incompetencia dos politicos destes ladroes e ate assassinos que nos governam
  • Francisco António
    30 nov, 2017 Setúbal 11:58
    Pois! e assim se dá continuidade à indústria do fogo... PAGA ZÉ, que é só para o que serves...
  • GERINGONÇAS !!!!
    30 nov, 2017 Lx 11:17
    Já vimos que temos Ministro com o seu colete e que sabe pilotar aviões que não saem do chão...Uns tristes estes amadores que nos desgovernam...Andam a empurrar com a barriga para a frente estes tristes geringonços....