|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Ano Jubilar do Centenário das Aparições encerrado no domingo

20 nov, 2017 - 11:50 • Ana Lisboa

A cerimónia vai ser presidida pelo bispo da diocese de Leiria-Fátima, D. António Marto.

A+ / A-

O Santuário de Fátima promove a jornada de encerramento do Ano Jubilar do Centenário das Aparições no próximo domingo, dia em que se assinala a Solenidade de Cristo Rei.

O programa terá início às 10h00, com a recitação do Rosário, na Capelinha das Aparições. Segue-se uma Missa na Basílica da Santíssima Trindade, pelas 11h00. No final, haverá uma procissão até à Capelinha, onde será feita uma consagração a Nossa Senhora. À tarde, pelas 17h30, a Basílica de Nossa Senhora do Rosário acolhe a oração de Vésperas.

As celebrações serão presididas pelo bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, que estará como delegado pontifício, por indicação do Papa Francisco.

O Ano Jubilar do Centenário das Aparições foi solenemente inaugurado a 27 de Novembro de 2016, com a passagem pelo Pórtico Jubilar e com a celebração da Eucaristia dominical na Basílica da Santíssima Trindade.

No passado dia 13 de Outubro, o bispo da diocese de Leiria-Fátima encerrou as celebrações do Centenário numa sessão em que esteve presente o Presidente da Republica e que decorreu na Basílica de Nossa Senhora do Rosário.

D. António Marto referiu-se, na ocasião, a um “itinerário de festa”, para públicos variados e a um momento de acção de graças pelo facto de Fátima “se ter espalhado pelo mundo inteiro deixando um rasto de luz e de esperança”.

Estima-se que participaram nestas celebrações cerca de 50 milhões de peregrinos e que terão passado mais de 70 milhões de pessoas pelo Santuário ao longo dos últimos sete anos.

A partir do dia 2 de Dezembro, começa um novo ciclo, agora de três anos, que pretende dar continuidade a esta dinâmica.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.