O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

​Governo admite que limites à captura de sardinha ainda "estão em aberto"

14 nov, 2017 - 23:18

Negociações com Espanha ainda não estão terminadas, afirma secretário de Estado das Pescas.
A+ / A-

Veja também:


Os limites à captura da sardinha ainda estão em aberto, admitiu esta terça-feira, no parlamento, o secretário de Estado das Pescas, José Apolinário.

Na audição parlamentar conjunta com as comissões de Economia e de Agricultura para a apreciação da proposta do Orçamento do Estado para 2018 (OE2018), José Apolinário destacou que, após o parecer cientifico do Conselho Internacional para a Exploração do Mar (ICES), o Governo defendeu uma base para a captura de sardinha "que corresponde [ao intervalo entre] 13,5 mil e 14,5 mil toneladas", no entanto, admitiu que o "processo está em aberto", porque as negociações com Espanha ainda não estão terminadas.

O secretário de Estado das Pescas sublinhou que, com as organizações do sector, o Governo desenvolveu um conjunto de propostas, como o Projeto Sardinha 2020, do IPMA, bem como medidas de restrição de pesca em áreas onde se verifique a existência de juvenis, de modo a acatar as recomendações do organismo científico.

Pescadores e o fim da pesca da sardinha. "Para onde vamos trabalhar? Para casa da ministra?"
Pescadores e o fim da pesca da sardinha. "Para onde vamos trabalhar? Para casa da ministra?"

De acordo com o parecer científico do ICES, divulgado no dia 20 de Outubro, o 'stock' de sardinha tem vindo a decrescer de 106 mil toneladas em 2006 para 22 mil em 2016, por isso, recomenda que, em 2018, seja suspensa a captura deste peixe.

Contudo, aponta para vários cenários de capturas, estabelecendo como limite 24.650 toneladas.

Já em 2016, o organismo científico recomendava que Portugal devia parar por completo a pesca da sardinha durante um período mínimo de 15 anos, para que o 'stock' de sardinha regresse a níveis aceitáveis.

No dia 27 de Outubro passado, a Ministra do Mar tinha avançado que os limites de captura de sardinha para Portugal e Espanha podem ultrapassar as 14 mil toneladas, valor que tinha, inicialmente, definido como máximo.

"Não podemos decidir sozinhos aquilo que vamos estabelecer para a pescaria da sardinha, mas [a reunião com os representantes dos produtores] permitiu-nos ter mais informação e agora o IPMA vai trabalhar para saber qual é o limite máximo que podemos propor, que pode ir acima das 14 mil toneladas", referiu na altura.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.