O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Futsal

UEFA Futsal Cup. Braga quer crescer, ganhar um jogo e honrar a camisola

14 nov, 2017 - 15:00

O treinador "arsenalista", Paulo Tavares, destaca que a equipa vice-campeã nacional não tem, ainda, estofo para lutar com dois ex-campeões europeus por um lugar na "final four".
A+ / A-

O treinador de futsal do Sporting de Braga, Paulo Tavares, frisou, esta terça-feira, que o objectivo na Ronda de Elite da UEFA Futsal Cup passa por vencer um jogo e ganhar experiência, não tendo como meta a passagem à fase seguinte, perante tão forte concorrência.

À margem da apresentação da parceria entre o clube e o Turismo do Porto e Norte, que patrocinará as camisolas na competição, o técnico fez questão de manter os pés bem assentes no chão: "Temos que participar, desfrutar e representar bem as instituições [Sp. Braga e Associação Académica da Universidade do Minho], essencialmente é isso."

Equipa jovem para maturar

Paulo Tavares explicou que "a equipa é muito jovem e o projecto está no seu início", pelo que há que ter noção dos reais objectivos e ganhar experiência com os melhores, portanto a grande meta é, muito mais que passar à fase seguinte, ganhar experiência:

"Parto muito mais com a expectativa do crescimento da equipa. Vamos jogar com o campeão europeu [Inter], que tem um orçamento de seis milhões de euros, comparado com o nosso até dá vontade de rir, com o Kairat, que nos últimos quatro anos venceu este mesmo campeonato duas vezes, e depois temos o campeão romeno, que é uma equipa profissional, a única equipa que não é profissional é o Braga/AAUM."

"Foi bom, tocou-nos um grupo fortíssimo e interessava-nos isso, porque precisamos que a equipa cresça. Temos muitos jogadores que são seniores pelo primeiro ano e estes jogos acabam por dar muita experiência necessária para o campeonato", explicou.

Paulo Tavares salientou que o Braga vai "tentar no mínimo uma vitória" para oferecer aos adeptos e que "não adianta lamentar" o efeito que o desgaste dos jogos e das viagens poderá ter nos jogadores.

Ambição de surpreender

O jogador Uesler Schaefer também admitiu esperar grandes dificuldades, ainda que tenha expressado a intenção de surpreender.

"A nossa equipa vai com o intuito de surpreender, sabemos que os adversários são muito fortes, mas acreditamos que é possível classificar-nos para a fase seguinte. É muito complicado, mas dentro da quadra são cinco contra cinco, vamos disputar o jogo de igual para igual e acreditar que é mesmo possível", referiu.

O Braga está inserido no grupo D, que se disputa de 22 a 25 de Nnovembro em Madrid, reduto do Inter, e vai defrontar, além da equipa espanhola, detentora do troféu e em que milita o português Ricardinho, o Kairat Almaty, do Cazaquistão, e o Deva, da Roménia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.