O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

"O Senhor dos Anéis", agora em série

13 nov, 2017 - 19:06 • Rui Barros

Amazon fecha acordo para a produção de uma série com mais do que uma temporada, a possibilidade de uma linha narrativa alternativa - "spin-off" - e muitas aventuras na Terra Média.
A+ / A-

É oficial. Depois dos rumores, a gigante de vendas "online" Amazon fez saber esta segunda-feira que adquiriu os direitos de “O Senhor dos Anéis”, baseada na obra de J.R.R. Tolkien, estando em vista a produção de uma série de televisão com várias temporadas.

Apesar de ainda não serem conhecidos mais detalhes desta aquisição, anunciada cerca de um mês depois do rumor começar a circular na internet, a edição digital da "Variety" avança que a série explorará novas linhas narrativas que precedem ao primeiro filme da trilogia dirigida por Peter Jackson, “A Irmandade do Anel”.

Segundo a nota da empresa de Jeff Bezzos, a série será produzida pela Amazon Studios, que trabalhará com a Tolkien Estate and Trust (entidade legal que gere os direitos de J.R.R. Tolkien), a editora HarperCollins e a New Line Cinema - uma empresa da Warner Bros. Entertainment, que ficou famosa precisamente por adaptar a obra de Tolkien ao cinema.

“Estamos honrados em trabalhar com a Tolkien Estate and Trust, a HarperCollins e a New Line neste projecto emocionante para televisão e estamos entusiasmados por levar os fãs de “O Senhor dos Anéis” numa nova jornada épica pela Terra Média”, pode ler-se no comunicado da Amazon Studios. “O Senhor dos Anéis é um fenómeno cultural que capturou a imaginação de gerações de fãs através da literatura e do grande ecrã”, lembra Sharon Tal Yguado, director do ramo de séries da Amazon Studios, citado no comunicado.

Também Matt Galsor, em representação da editora e da entidade legal que gere os direitos do autor falecido em 1973, mostrou o seu agrado pela compra de direitos, assegurando aos fãs que "a equipa da Amazon Studios tem excelentes ideias para trazer para o ecrã histórias baseadas nos escritos de J.R.R. Tolkien”.

A série será distribuída na plataforma de "streaming" de conteúdo da marca – Prime Video. A decisão de comprar estes direitos pode ser lida como uma aposta da empresa de Jeff Bezzos na plataforma que concorre com nomes como a Netflix no mercado de distribuição de conteúdos de entretenimento via internet.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.