O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Caso dos E-Mails

FC Porto congratula-se por poder continuar a divulgar e-mails

13 out, 2017 - 18:00

Francisco J. Marques, director de comunicação dos dragões, poderá continuar a fazer o que tem feito no Porto Canal.
A+ / A-

O FC Porto reagiu, esta sexta-feira, à rejeição, por parte do Tribunal Cível do Porto, da providência cautelar do Benfica, que tinha o objectivo de impedir os dragões de revelar os alegados e-mails dos encarnados.

Em comunicado no seu site oficial, os dragões destacam como o argumento do Benfica de concorrência desleal foi "liminarmente posto de parte na sentença" do tribunal, permitindo que o clube da Invicta e o seu diretor de comunicação e informação, Francisco J. Marques, continuem a divulgar correspondência, "nomeadamente a relacionada com e-mails com o domínio @slbenfica.pt".

"O Tribunal Cível da Comarca do Porto considera ainda que está em questão 'a ponderação que tem de ser feita sobre aquilo que poderá ser, na prática, uma hipotética censura a um meio de comunicação social' e que 'é inequívoco que algumas das afirmações, a ser comprovada a sua veracidade, revestem manifesto interesse público, a despeito da forma como às vezes são transmitidas'", pode ler-se.

Os dragões voltam a citar o tribunal, constantando que "a divulgação de informações deve encontrar protecção no direito à liberdade de expressão sempre que essa informação revista interesse público".

Os azuis e brancos lembram, de facto, a lista exibida num programa da Benfica TV, retirada de uma alegada publicação do "Daily Mail", em que o FC Porto fora associado a corrupção.

"O FC Porto pode continuar a divulgar e-mails", rematam os portistas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • M.F.
    14 out, 2017 Viana do Castelo 22:15
    Mas em Maio quando reberes o e-mail do penta, vais ficar ainda mais congratulado. Abraços Abraços
  • José Encarnação
    13 out, 2017 Lisboa 20:38
    É mais que justo que seja divulgada toda a podridão. A ser verdade não compreendo a passividade das autoridades.
  • Luque
    13 out, 2017 Viseu 19:30
    Nada melhor que um cadastrado para representar a fruta!!!!!!!