O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Isaltino Morais promete "um novo ciclo de desenvolvimento"

02 out, 2017 - 00:03

As primeiras projecções televisivas dão uma vitória ao candidato do movimento independente Inovar Oeiras de Volta, com votação entre 42,2 e 47,2%.
A+ / A-

O candidato independente à Câmara de Oeiras Isaltino Morais dedicou a vitória aos munícipes, prometendo entrar num novo ciclo de desenvolvimento.

"Ainda não sei os resultados definitivos, mas a vitória já a temos e é uma grande vitória, a vitória dos oeirenses. Os oeirenses tiveram hoje uma grande vitória. Demonstraram que em Oeiras há democracia, tolerância, vivência democrática e, sobretudo, o querer um novo ciclo de desenvolvimento", afirmou.

"Seja qual for a expressão final da votação, nós vamos cumprir. Os oeirenses podem confiar em nós porque eles deram-nos uma grande responsabilidade e mostraram uma maturidade política sem limites. Vamos fazer com que Oeiras seja falada pelas melhores razões, como o concelho mais rico, com os melhores alunos, com maior coesão social, o melhor do país", disse.

As primeiras projecções televisivas dão uma vitória ao candidato do movimento independente Inovar Oeiras de Volta, com votação entre 42,2 e 47,2% (entre seis a sete vereadores), ou seja, maioria absoluta

O autarca criticou ainda os líderes partidários por não terem falado do poder local como deveriam e considerou a sua candidatura como "a mais independente de Portugal".

Isaltino Morais voltou a falar da responsabilidade para responder às expectativas de quem votou para que fosse eleito e garantiu: "Acreditem, é mesmo um novo ciclo de desenvolvimento e nos próximos quatro anos vamos mesmo cumprir o que prometemos."

Isaltino Morais foi presidente da Câmara de Oeiras durante mais de duas décadas, tendo interrompido o mandato, em 2013, para cumprir pena de prisão por crime de fraude fiscal e branqueamento de capitais. Foi condenado a dois anos de prisão efectiva, mas um ano depois saiu em liberdade para cumprir o resto da pena em casa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • jmestre
    03 out, 2017 linda a velha 09:14
    fiquei indignado com a comentadora da televisão que após as eleições comentou ao resultado surpresa no Dr. Izaltino em Oeiras, dizendo mesmo que era um votação do terceiro mundismo. O que quer dizer que os Oeirenses são ignorantes e não têm vontade própria para escolher os seus representantes autárquicos? está mesmo enganada essa comentadora da TV porque os que nele votaram veem nele qualidades para estar como lider da CMoeiras e não estão a julgar quem já foi julgado e sofreu a pena que merecia, assim deduziram os tribunais. Olhe estimada comentadora, é pena não conhecer Oeiras e devia ter em conta que os seus comentários são inoportunos e desconhecimento da obra que o Dr. Isaltino fez em Oeiras. Vamos ver se cumpre o que prometeu, caso contrário cá estarão os Oeirenses para o julgar na hora
  • Carolina
    02 out, 2017 Oeiras 07:57
    Como oeirese..estou desiludida com os oeirenses e com a sua capacidade cívica. .Esta manhã ainda pensei que estivesse a ter um pesadelo,um ex presidiário condenado à frente da câmara municipal,câmara essa objecto dos seus crimes?!?!Não pode ser!!Mas pode,porque para os oeireses em geral a opinião é igual ou seja "todos roubam,este ao menos faz"..e esta e a explicação por este senhor ter ganho..Será que se fosse um sujeito qualquer, condenado por roubar uma carteira e que aparecesse tal qual D.Sebastião. .votavam nele??Claro que não. .mas como é o Dr Isaltino. .É diferente. Resumindo. .estou estupefacta,chocada e desiludida com a inexistência de consciência politica que existe por aí. Candidaturas destes nao deviam ser permitidas pela Constituição. Proibir a candidatura ou recandidatura de qualquer sujeito condenado ou suspeito de actividades ilícitas no ambito de funções publicas. Felicito o PS e o Dr António Costa!Obrigada por nos trazer a dignidade de volta!
  • zita
    02 out, 2017 lisboa 07:33
    Este foi condenado, mas se condenassem todos os políticos que devem ser condenados, por certo não teríamos candidatos a nada, pelo menos os políticos que exercem cargos! É triste, mas é o que temos e, pelos vistos não merecemos melhor!
  • AP
    02 out, 2017 Portugal 03:20
    Boa! Meteram outra vez a raposa a guardar o galinheiro!
  • Alberto Martins
    02 out, 2017 Viana do Castelo 01:26
    Há várias profissões em que é necessário ter o registo criminal limpo para se poder exercer. Infelizmente a política não está abrangida.
  • dino
    02 out, 2017 faro 01:13
    O que ele queria dizer: Um novo ciclo ao desvio.
  • Manel
    02 out, 2017 Lisboa 00:55
    "2013, para cumprir pena de prisão por crime de fraude fiscal e branqueamento de capitais. Foi condenado a dois anos de prisão efetiva, mas um ano depois saiu em liberdade para cumprir o resto da pena em casa." - o que dizer das pessoas que votaram neste "candidato "????