A+ / A-

Catarina Martins: “Temos acrescidas responsabilidades depois destas autárquicas”

01 out, 2017 - 23:55

Catarina Martins destacou a eleição de um vereador em Lisboa.
A+ / A-

Eleições autárquicas 2017:


A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) destaca o crescimento de votos e eleitos nas eleições autárquicas e o facto de o partido ter, pela primeira vez, garantido uma representação em locais do interior do país.

"Da parte do BE apresentámos programas, tivemos mais votos, tudo indica mais eleitos, temos presença em locais do interior. Sendo um resultado modesto, mostra o caminho que o Bloco está a fazer para implementação em todo o país", assinalou Catarina Martins.

"Sabemos que temos muito a aprender e a fazer no trabalho autárquico, mas pela primeira vez temos eleitos e eleitas no interior onde nunca tínhamos tido candidaturas: Carregal do Sal, Mesão Frio ou Alijó."

Catarina Martins destacou a eleição de um vereador em Lisboa: "a eleição de Ricardo Robles é prova de que o BE pode eleger quem trabalha todos os dias em nome da sua cidade e da sua gente".

O Bloco vai trabalhar por "concelhos e freguesias mais justos" e tem “acrescidas responsabilidades depois destas eleições autárquicas”, afirma a líder bloquista.

Catarina Martins assume que o partido falhou dois objectivos: a conquista das câmaras de Salvaterra de Magos e Torres Novas e evitar maiorias absolutas noutros concelhos.

Questionada sobre as negociações para o Orçamento do Estado para 2018, a líder do BE garante que vai continuar empenhada em garantir a melhoria das condições de vida dos portugueses, nomeadamente através da redução dos impostos sobre o trabalho, aumento do salário mínimo ou melhoria dos serviços públicos.

“Deste ponto de vista nada muda. Continuamos com a nossa determinação com os nossos compromissos”, salientou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Clara Maria
    02 out, 2017 Porto 12:07
    Óh catarina andaste a desbravar caminho para o PS do costa.Nem uma Câmara! Vergonha. Tu e o jeronimo andam em sistema de avençados a trabalhar para o PS do costa.Daqui a dois anos, voltas para as feiras, isto se não for antes.Costa precisa que um de vocês tu e Jerónimo façam uma birra e ir para eleições antecipadas.E depois vocês ficam no meio dos escombros.