O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Catarina Martins diz que Porto merece "muito mais" do que novela PS/Moreira

29 set, 2017 - 19:05

Coordenadora do Bloco de Esquerda apela ao voto nas eleições autárquicas de domingo.
A+ / A-

A coordenadora bloquista, Catarina Martins, considera que Porto "merece muito mais do que esta novela de entendimentos e desentendimentos" entre PS e o presidente da autarquia, Rui Moreira, apelando às pessoas para que "não deixem de ir votar".

Tal como nas legislativas de 2015, o Bloco de Esquerda escolheu a cidade do Porto para encerrar a campanha, e na arruada desta sexta-feira na Rua de Santa Catarina, a líder do BE foi de novo recebida de forma calorosa, tendo logo no início sido presenteada com um ramo de cravos vermelhos de um senhor que lhe quis agradecer a alteração à lei que permite reformar-se no domingo sem ser penalizado.

"O BE tem aqui a possibilidade de ter influência na câmara e acho que isso é tão importante para o Porto. Nós temos tido o PS com o Rui Moreira e o Porto merece muito mais do que esta novela de entendimentos e desentendimentos entre o PS e o Rui Moreira", defendeu.

Para Catarina Martins, a cidade "merece um vereador que defenda o direito à habitação, os transportes, o apoio aos mais velhos", sendo o candidato do BE, João Teixeira Lopes "essa voz".

"É preciso é que as pessoas vão votar e as autárquicas têm tido muita abstenção. É preciso que as pessoas vão escolher. Que não deixem de ir votar no dia 1", apelou.

A líder bloquista acredita "que a demonstração de que o Bloco de Esquerda deu ao país de como é uma força incansável para melhor as condições concretas da vida das pessoas faz também as pessoas pensarem a diferença que o Bloco pode fazer nos concelhos".

"Os objectivos mínimos são fazermos o máximo que pudermos pelas condições concretas de vida das pessoas em que cada freguesia e em cada concelho", respondeu, quando questionada sobre as metas eleitorais para domingo.

Catarina Martins deixou um apelo "a toda a gente do Porto": "que pense como é que o seu voto se pode transformar na sua força nos próximos quatro anos. É o voto no BE que pode fazer essa diferença".

"O Porto precisa de uma mudança e nós achamos que o Bloco pode fazer toda a diferença", insistiu.

A comitiva do BE era constituída ainda pelo antigo coordenador e fundador, Francisco Louçã, pelos candidatos ao Porto, João Teixeira Lopes, e a Vila Nova de Gaia, Renato Soeiro, assim como os deputados Mariana Mortágua ou Jorge Campos.

Para fechar a campanha, os bloquistas têm para hoje à noite um jantar marcado na Alfândega do Porto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.