O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
​Perguntas e Respostas

Por que razão o site da Renascença me pede um login? Chama-se Nónio

28 set, 2017 - 08:07

É por uma boa causa. O projecto junta 70 sites de comunicação social portugueses. Tire aqui as suas dúvidas.
A+ / A-

Seis dos principais grupos de comunicação social, entre os quais o Grupo Renascença Multimédia, lançaram o projecto Nónio, uma ferramenta de segmentação de audiências pioneira no mundo.

Por que razão o site da Renascença me pede agora um login?

Este registo é um passo fundamental para podermos personalizar a publicidade de acordo com os interesses dos utilizadores – o principal objectivo do projecto Nónio. Através deste registo, é possível acumular um histórico de hábitos de consumo do utilizador, que deixará de receber publicidade que não lhe interessa.

Preciso de fazer login sempre que acedo ao site da Renascença?

Não. Só precisa de fazer o login uma vez. E, uma vez feito o login, o utilizador pode navegar sem incómodos nos 70 sites do Nónio, sem que seja pedido um novo registo.

Como posso fazer login?

É muito simples. O registo pode ser feito através de email, mas também através da sua conta Facebook, Twitter, Google, LinkedIn, Paypal e Windows.

Posso aceder aos conteúdos sem registo?

A implementação da ferramenta vai começar nas próximas semanas, através do convite aos utilizadores dos sites dos grupos envolvidos para que se registem. Nesta fase vão ser pedidas apenas duas informações: sexo e idade.

Após este primeiro período de convite, no início de 2018, o acesso aos conteúdos dos sites das empresas que participam no Nónio só será possível através de um login.

Mas o que é mesmo o Nónio?

Este projecto, em que o Grupo Renascença Multimédia participa e esteve na origem, é uma ferramenta de segmentação de audiências pioneira no mundo. É desenvolvido pela Plataforma de Media Privados e é financeiramente apoiado fundo de inovação da Google - Digital News Initiative (DNI), tendo até agora sido o projecto com maior comparticipação, 900 mil euros.

Que grupos de comunicação social fazem parte do Nónio?

O Grupo Renascença Multimédia, a Impresa, a Cofina, a Global Media, a Media Capital e o “Público”. Juntos, estes seis grupos são responsáveis por 70 sites que reúnem 85% da audiência nacional de internet

Que objectivo tem o Nónio?

O Nónio tem como meta o reforço da presença dos media nacionais no mercado publicitário digital face ao domínio de actores globais como o Google e o Facebook. Em Portugal, estas duas grandes empresas globais captam 70% do investimento publicitário no digital. Os restantes 30% são disputados por todos os outros sites.

Como poderão os meios portugueses competir com o Google e o Facebook?

Personalizando a publicidade nos seus sites. O objectivo final do Nónio é atribuir dimensão e relevância aos grupos media nacionais no mercado publicitário digital, através do direccionamento da publicidade de acordo com as preferências dos utilizadores, possibilitando a segmentação de perfis.

Como vai ser gerida a informação recolhida aos utilizadores?

A informação recolhida vai ser gerida por uma empresa independente de todos os grupos. Na primeira fase do Nónio, a informação só pode ser usada para a acção comercial. Cada grupo vai ter acesso à informação que gerar, junto da sua audiência, mas não à informação dos outros grupos participantes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ALMEIDA
    15 out, 2017 Lisboa 01:46
    Registo... Adeusinho.
  • Victor
    30 set, 2017 Lx 14:35
    Outros sites haverá que não obriguem a 'logins' e a controlo nem que sejam estrangeiros, quando isso começar os sites aderentes julgo que perderão muitos visitantes. Pessoalmente irei apagar os links dos favoritos e procurar alternativas.