|
A+ / A-

Fátima recebe encontro de santuários marianos

26 set, 2017 - 12:28

Representantes de 21 santuários europeus reúnem a partir desta terça-feira para discutir o crescimento do fenómeno das peregrinações num mundo em que as fronteiras já não são o que eram.

A+ / A-

Fátima recebe a partir desta terça-feira o encontro da rede de santuários marianos europeus.

Naquela cidade encontram-se representantes de 21 santuários que compõem a Rede Mariana Europeia.

A rede foi fundada pelos santuários de Loreto, Czestochowa, Lourdes, Altotting e Fátima e desde então cresceu até englobar os 21 santuários actuais. O primeiro encontro decorreu em 2003 em Lourdes. O objectivo é partilhar ideias, esforços e soluções para problemas comuns.

O encontro começa esta terça-feira à tarde com uma sessão de boas-vindas e oração de vésperas. Os trabalhos propriamente ditos começam apenas na quarta-feira com uma comunicação do reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas e outra de Pedro Valinho Gomes, director do Serviço de Peregrinos. Para a tarde, depois de uma visita a Aljustrel e Valinhos, onde os pastorinhos nasceram e viveram, haverá uma conferência da postuladora da causa de Canonização de Francisco e Jacinta Marto sobre a santidade destes, que foi declarada oficialmente pelo Papa em Maio.

O último dia está reservado para partilha por parte dos diferentes santuários presentes, que são Altötting (Alemanha); Banneux (Bélgica); Brezje (Eslovênia); Csíksomlyó (Roménia); Czestochowa (Polônia); Einsiedeln (Suíça); Fátima (Portugal); Gibraltar; Knock (República da Irlanda); Levoca (Eslováquia); Loreto (Itália); Lourdes (França); Máriapócs (Hungria); Mariazell (Áustria); Marija Bistrica (Croácia); Malta; Vilnius (Lituânia); Walsingham (Inglaterra); Zaragoza (Espanha); Zarvanyzia (Ucrânia) e Mátraverebély (Hungria).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.