A+ / A-

Depois das autárquicas “é um outro tempo”, diz Rui Rio

21 set, 2017 - 21:08

Antigo presidente da Câmara do Porto participou numa acção de campanha do candidato do PSD, Álvaro Almeida.
A+ / A-

Depois das autárquicas “é um outro tempo”, disse esta quinta-feira o social-democrata Rui Rio, apontado como possível adversário de Pedro Passos Coelho na liderança do PSD.

Rui Rio participou numa acção de campanha de Álvaro Almeida, o candidato independente que lidera a lista do PSD à Câmara do Porto.

Questionado pelos jornalistas, respondeu que agora está a ajudar os candidatos do seu partido, remetendo para depois das autárquicas a resposta a outras solicitações

E nem a insistência dos jornalistas demoveu Rui Rio, que garantiu que o partido está unido à volta da campanha autárquica: “Há um tempo para tudo, que é o que a vida já me ensinou. O tempo agora são as autárquicas e ver se o PSD tem o melhor resultado possível em todos os concelhos”.

Mas acabou por afirmar que, depois das autárquicas de 1 de Outubro, “é um outro tempo e depois falasse de outras coisas. Agora o meu tempo é ajudar”.

“Vou repetir: há um tempo para tudo e o tempo agora é para estar unido e ajudar os candidatos do PSD a terem o melhor resultado possível. Estou a fazer isto no Porto como estou a fazer em muitos concelhos. Amanhã vou estar no distrito da Guarda”, reforçou.

À pergunta se o PSD está todo unido em torno da liderança de Pedro Passos Coelho, Rui Rio respondeu que: “para as autárquicas acho que sim”.

Por sua vez, o candidato Álvaro Almeida manifestou-se muito honrado com o apoio do ex-presidente da Câmara do Porto.

“Ter o apoio de todos os portuenses é importante, mas quando estamos a falar de um portuense com o estatuto, a notoriedade e a importância que teve para a cidade do dr. Rui Rio, a capacidade que teve para transformar este o espaço público e transformar o Porto num destino turístico de eleição, obviamente que me sinto honrado”, declarou o candidato do PSD.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Luis
    22 set, 2017 Lisboa 03:47
    E diz o Farsola que está de pedra e cal, mesmo morto.