O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Assunção Cristas quer crescer para negociar melhor com PSD

19 set, 2017 - 09:38

Líder do CDS admite, na Renascença, que ganhar a Câmara de Lisboa daria nova força ao partido para negociar com o PSD e diz que estar agora no Governo “seria diferente e melhor”.
A+ / A-
Assunção Cristas entrevistada na Manhã RR, primeiro dia de campanha autárquica (19/09/2017)
Assunção Cristas entrevistada na Manhã RR, primeiro dia de campanha autárquica (19/09/2017)

A candidata do CDS a Lisboa diz que o grande objectivo do partido nestas eleições autárquicas é manter ou até aumentar o número de Câmaras, mas, sobretudo, conseguir mais mandatos.

“Governamos cinco Câmaras Municipais e o objectivo comum para todo o partido e concelhos é aumentar o número de mandatos. Nuns casos pode ser mandatos ao nível de juntas, de vereação, de assembleia municipal; noutros casos, pode ser ao nível de uma Câmara”, revela Assunção Cristas na Manhã da Renascença.

A líder centrista admite que gosta “muito de sonhar”, mas é “muito realista”, pelo que os objectivos desenhados no congresso e na convenção autárquica são “ambiciosos e realistas”.

Optimista quanto ao resultado de dia 1 de Outubro, Assunção Cristas espera que o partido ganhe nova expressão nacional.

“As autárquicas são muito locais, cada concelho é um concelho, mas sabemos que depois há uma visão nacional e o que espero é que o CDS saia reforçado”, começa por dizer.

Nesse sentido, “se for eleita presidente da Câmara de Lisboa e puder mostrar no terreno o que é o CDS a trabalhar numa Câmara, creio que as coisas mudam e o CDS passa a ter outra expressão e também outra ambição”, sublinha.

Depois de quatro anos no Governo de coligação PSD/CDS, a líder do CDS assume ter pena de não estar agora no poder, porque “o contexto internacional é todo de crescimento”.

“Tenho pena de que no Governo anterior não tivéssemos conseguido dar todos os sinais da recuperação que se adivinhava e que foi feita também com o nosso trabalho. Tenho pena que tivéssemos governado num tempo em que a crise internacional e a recessão económica estava em toda a Europa, nomeadamente em Espanha. As condições em que governámos foram muito muito difíceis, certamente que governar agora seria diferente e melhor”, considera.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Helder
    11 out, 2017 Barcelos 15:57
    Foi esta e o Portinhas que colocaram o PSD na situação que está , cederam cederam no anterior governo ao apetite voraz do CDS e agora é o que se vê "PSD ABRAM OS OLHOS" não se deixem embalar ou enganar por um partido sem expressão no país
  • Riacrdo
    24 set, 2017 19:03
    estou farto ver estes politico, sempre a mentir, a mentir a fazer nada só falar, dar dinheiro á amigos do alheiro, incompetentes arrogantes quando estão no poder e com cara de pau quando estão na oposição, esta senhora não vale nada era um favor ao país era emigrar para bem longe..
  • rosinda
    19 set, 2017 palmela 23:36
    e preciso perder para depois se ganhar como canta mariza!
  • rosinda
    19 set, 2017 palmela 23:25
    Quando se ultrapassa o ridiculo a comunicao social perde em vez de ganhar!
  • 19 set, 2017 palmela 23:22
    no concelho de palmela apoiantes da candidatura do psd dao apoio apoio a cdu por portas travessas parece-me riduculo!
  • 19 set, 2017 palmela 23:11
    ca para mim ainda vai haver molho no concelho de palmela! por culpa do psd!
  • Na verdade
    19 set, 2017 Lis 19:06
    Tem feito um excelente trabalho!...mas para os amiguinhos e amiguinhas! Eles que a sustentem com os votos!
  • Cresce e aparece
    19 set, 2017 Lx 19:03
    À tua custa!...Os portugueses conscientes não esquecem as "irrevogabilidades" do CDS para se manter no tacho mesmo ultrapassando as apregoadas e hipócritas linhas vermelhas! Vai trabalhar, Cristas! Faz-te à vida!
  • 19 set, 2017 aldeia 17:35
    Como dizia o "outro"!.......cresce e aparece.
  • fanã
    19 set, 2017 aveiro 17:24
    Ainda bem que já pouco falta para que seja cortado o pio a esta poluidora permanente , que estando a afogar-se tenta agarrar-se a qualquer bóia que seja !....cor de rosa, laranja, verde ou vermelha pouco importa , o que importa é um tacho !