O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Jesus. “Sporting está com seis vitórias seguidas, é bom, mas estamos no início do campeonato"

16 set, 2017 - 23:46

Técnico de Alvalade reconhece que a exibição não foi brilhante, mas reafirma que foi conseguido o essencial e agora quer 50 mil nas bancadas.
A+ / A-
Jorge Jesus. "Foi uma vitória com alma, coração e luta"
Jorge Jesus. "Foi uma vitória com alma, coração e luta"

O treinador do Sporting, Jorge Jesus, estava contente após mais um triunfo (2-0 diante do Tondela), mas não eufórico.

“O Sporting está com seis vitórias seguidas, é bom, mas estamos no início do campeonato. Estamos a tentar ultrapassar coisas que não se faziam muito no passado: ganhar seis jogos consecutivos”, disse.

O técnico dos leões reafirmou que o "objectivo principal era a vitória", sem esquecer que a equipa vinha de um jogo europeu.

"Depois de competições europeias as equipas ficam de ressaca. O Sporting, em termos criativos, não foi a equipa disponível que normalmente é, mas teve grande alma e coração, lutou, sabendo que as coisas não estavam fáceis porque o Tondela fecha bem os passes. Ganhámos com dois grandes golos de meia distância. Mas depois do 2-0, a equipa viveu o melhor momento. Podíamos ter feito mais um golo. É verdade que o Tondela fez-nos a vida difícil mas pouco criou nas situações ofensivas”, acrescentou.

Em declarações na flash interview, da Sporttv, Jesus aproveitou a boa onda para deixar um apelo aos adeptos.

“Temos de chegar à fasquia dos 50 mil adeptos, não só nos jogos com o Barcelona ou a Juventus. Queremos ter 50 mil sempre para dar cada vez mais confiança e força para atingirmos o objectivo que todos querem, que é o Sporting ser campeão", referiu.

A equipa de Alvalade segue na liderança do campeonato com seis vitórias em seis jogos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.