O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Espanha impede entrada de ovos contaminados no país

12 ago, 2017 - 16:28

Foram apreendidas 20 toneladas de ovos líquidos contaminados.
A+ / A-

O governo regional basco impediu a distribuição de ovos contaminados com o insecticida tóxico Finopril. As 20 mil unidades de ovo líquido, vindas de uma empresa de Vizcaya, vão ser destruídas.

Os serviços de inspecção do País Basco garantem que foi eliminado qualquer risco de saúde pública.

A Espanha ainda não consta na lista de 12 países europeus afectados. Áustria, Eslováquia, Dinamarca, Bélgica, Alemanha, França, Suíça, Reino Unido, Luxemburgo, Suécia, Roménia e Holanda já confirmaram a existência de ovos contaminados nos seus circuitos comerciais.

A Holanda alertou a 2 de Agosto para a descoberta de fipronil em vários lotes de ovos, embora a Bélgica tenha detectado a substância tóxica a 20 de Julho.

Dois administradores da empresa Chickfriend, companhia holandesa suspeita de ter usado o produto, foram detidos na Holanda.

A Direcção-Geral da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural (DGAV) garante que Portugal não tem estes ovos à venda.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.