O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

"É criminosa a possibilidade de despedir três mil trabalhadores" da PT

20 jul, 2017 - 16:09

Líder da UGT vê na Altice a actuação de "um empresariado imoral, que tenta esmagar os direitos dos trabalhadores".
A+ / A-

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, considerou esta quinta-feira "imoral" e "criminosa" a intenção da Altice de despedir três mil trabalhadores da PT, apelando ao Governo e ao Presidente da República para travar essa possibilidade.

"É criminosa a possibilidade de despedir três mil trabalhadores" da PT – detida pela Altice –, bem como a transferência de trabalhadores para outras empresas do grupo, afirmou à agência Lusa Carlos Silva, que falava após a reunião do Secretariado Nacional da central sindical, que decorreu em Figueiró dos Vinhos, no distrito de Leiria.

O secretário-geral referiu que a UGT "estará com o movimento sindical", apoiando a greve dos trabalhadores da Portugal Telecom (PT) agendada para a sexta-feira, sublinhando que a central sindical que lidera estará "na primeira linha de combate contra este tipo de empresariado que não é moral".

"É um empresariado imoral, que tenta esmagar os direitos dos trabalhadores e não olha para as necessidades de quem trabalha", asseverou, vincando que, com a possibilidade de despedimento de três mil trabalhadores da PT, "a Altice não é bem-vinda”.

Carlos Silva realçou ainda que espera que o primeiro-ministro, o Governo e o Presidente da República "não permitam que uma coisa destas possa acontecer".

"Nós não queremos capitalismo selvagem em Portugal. Não queremos empresários selvagens em Portugal. É um crime o que pode acontecer na Altice e subscrevemos a preocupação do primeiro-ministro", acrescentou, salientando que o investimento tem de ser "um investimento digno", que crie riqueza e que não gere "conflitos sociais".

A greve dos trabalhadores da PT foi agendada para sexta-feira contra a transferência de funcionários para outras empresas.

Em 30 de Junho foi tornado público que a PT Portugal iria transferir 118 trabalhadores para empresa do grupo Altice – Tnord e a Sudtel – e ainda para a Visabeira, utilizando a figura de transmissão de estabelecimento, cujo processo estará concluído no final deste mês.

Antes, no início de Junho, a operadora, comprada pelo grupo francês Altice há dois anos, tinha anunciado a transferência de 37 trabalhadores da área informática da PT Portugal para a Winprovit.

"O clima entre trabalhadores e a [equipa de] gestão tem vindo a degradar-se", afirmou, na quarta-feira, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Grupo Portugal Telecom (PT), Jorge Félix, acrescentando que "os trabalhadores têm sérias dúvidas quanto ao futuro da Tnord e da Sudtel, já que são empresas de pequena dimensão e não se sabe qual é a sua capacidade financeira" daqui a um ano, altura em que terminam os direitos que os trabalhadores tinham na PT Portugal.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • julio
    21 jul, 2017 vila verde 18:32
    O parasitismo tem de acabar temos que ser como outros paises da europa frança alemanha e outros nòs não somos menos que eles apenas somos mal goverados e o mal d Portugal são os parasitas que querem emprego mas não trabalho
  • SINDICALISTA
    20 jul, 2017 Conchinchina 20:15
    Òh Carlos Silva, porque é que não arranjas tu emprego para eles ? Falas, falas, sabes tudo e nunca pões mãos à obra para criares uns empregos e dares tu o bom exemplo de quando não precisares mais de tantos por algum motivo, manda-los para casa e ficas-lhe a pagar o ordenado na mesma durante o resto da vida para não os mandar embora. Vá, faz lá isso pá .
  • LEVA-OS PARA A UGT
    20 jul, 2017 Lx 19:32
    Pois é kamarada, sempre podes contratá-los para a vossa central sindical bem como para a do kamarada Arménio...sempre criavam empregos mas não trabalho...Com esta lógica ninguém investe cá.Só quem for doido é que o faz...Querem emprego ou trabalho. A PT foi destruída pelos socialistas no tempo do Pinto de Sousa, esse famoso comparsa do crime com o Bava, com o Granadeiro, com o amigo do delinquente ele também delinquente Salgado e mais sociallistas de trazer por casa...Ainda têm a lata de desvirtuar a história esses mentiros socialistas..:Será que não têm vergonha na cara esses bandalhos depois de deixar a bancarrota e a destruição da PT com as negociatas do Pinto de Sousa e amigos? Tenham dá kamaradas...e este sindicalista até chega ao ponto de defender o seu amigo Salgado..Tenham decência seus alarves...
  • Reformado
    20 jul, 2017 Évora 17:36
    E mandar 3000 funcionários para casa com 80% do ordenado até ao dia da reforma é digno? Acho que não.