O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Svilar na mira do Benfica

17 jul, 2017 - 10:05

O guardião belga de 17 anos é uma grande promessa, mas está tapado no Anderlecht. Seria o concorrente ideal para Júlio César, num processo similar ao de Ederson, adianta "O Jogo".
A+ / A-

Mile Svilar, guarda-redes de 17 anos do Anderlecht, é o próximo alvo do Benfica para a época 2017/18.

Segundo o jornal "O Jogo", Luís Filipe Vieira já deu ordem para avançar para a contratação da jovem promessa belga, que competiria com o veterano Júlio César pela titularidade na baliza encarnada, replicando o modelo usado com Ederson, na temporada 2015/16, antes de o brasileiro agora no Manchester City agarrar o posto.

O internacional de sub-19 pela Bélgica é considerado uma das grandes promessas das balizas mundiais, mas está tapado no Anderlecht, por Matz Sels e Franck Boeckx, e exposto por um contrato que dura apenas até 2018. O que significa que, na janela de mercado de Janeiro, o jovem poderá assinar por outro clube a custo zero.

Ainda assim, assegura "O Jogo", as águias querem o jogador no imediato. A pouco mais de um mês de completar 18 anos, Svilar vê-se na iminência de poder assinar um contrato profissional de longa duração, pelo que terá de considerar todas as opções, entre elas mudar-se para a Luz.

Em declarações a "O Jogo", Ratko Svilar, pai de Mile, considerou Lisboa um destino favorável para o seu filho: "O Benfica é um grande clube, está na Champions e, nos últimos anos, promoveu guarda-redes como Ederson ou Oblak."

Ratko também foi guarda-redes enquanto jogador, mas apontou a carreira do filho a patamares mais altos que os seus. "Mile, com esta idade, já é melhor do que eu era. Tem grande talento, pode ser um dos melhores do mundo, mas tem de jogar", frisou.

Jogar é precisamente a oportunidade que o tetracampeão português oferece a Mile Svilar. Algo que, de momento, parece um sonho impossível de concretizar no campeão belga.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.